Em visita ao Pará Dilma anuncia contratos de mais três milhões de moradias

A presidente Dilma Rousseff esteve em Capanema, onde participou de cerimônia de entrega de casas.
A presidente Dilma Rousseff esteve em Capanema, onde participou de cerimônia de entrega de casas.
A presidente Dilma Rousseff esteve em Capanema, onde participou de cerimônia de entrega de casas.

 

A presidente Dilma Rousseff anunciou ontem na cidade de Capanema, onde fez a entrega de 1.032 unidades habitacionais, que o governo federal está iniciando agora o debate sobre a fase três do programa Minha Casa Minha Vida, que prevê a contratação de mais três milhões de moradias.
Com isso, acrescentou a presidente, seu governo deverá chegar, ao final de 2018, com a impressionante marca de 6,750 milhões de moradias contratadas, o que significará o atendimento de uma população estimada em 25 milhões de pessoas.

 
A presidente da República chegou a Capanema, a bordo de um helicóptero da Força Aérea Brasileira, logo depois do meio dia. Com ela viajaram os ministros Helder Barbalho, da Pesca e Aquicultura, e Gilberto Kassab, das Cidades, e mais a ex-ministra Miriam Belchior, atual presidente da Caixa Econômica Federa. De Belém até Capanema, Dilma Rousseff teve ainda a companhia do vice-governador Zequinha Marinho, que representou no ato o governador Simão Jatene.

 
Recebida festivamente pelo público presente, aos gritos de “Olê, olê, olá… Dilma, Dilma” – acolhida que a deixou perceptivelmente satisfeita –, a presidente da República foi recepcionada também naquela cidade pelo senador Paulo Rocha e pelos deputados federais Elcione Barbalho, Beto Faro, Lúcio Vale, Simone Morgado e Zé Geraldo.

 
Investimentos em hidrovias são citados
A presidente Dilma Rousseff garantiu ontem, ao fim da visita à cidade de Capanema, que o seu governo vai implantar a Hidrovia do Tocantins/Araguaia, o que implica a execução das obras de derrocamento do Pedral do Lourenço e serviços complementares de drenagem do rio Tocantins.

 
Ela lembrou haver assumido o compromisso de fazer o derrocamento quando esteve em Barcarena, em abril do ano passado. “Nós assumimos novamente esse compromisso. O Brasil, apesar de ter muitos rios navegáveis, nunca investiu em hidrovias. Mas nós vamos investir”, acrescentou.

 
Apontando o Pará como um dos Estados mais ricos do Brasil, por seu extraordinário patrimônio natural, incluindo água em abundância e bens minerais, a presidente garantiu que o seu governo vai agir no sentido de fazer o Pará alcançar o nível de desenvolvimento que ele merece.

 
(Diário do Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui