Engenheiro Orlando Cabral de Holanda recebe medalha de ouro na CMM

Engenheiro Orlando Cabral de Holanda recebe medalha de ouro - Foto: Aguilar Abecassis – Dircom/CMM

A Câmara Municipal de Manaus (CMM), por iniciativa do vereador Everton Assis (DEM), homenageou, na tarde de quinta-feira (26/9), com a Medalha de Ouro Josué Claudio de Souza, o engenheiro Orlando Cabral de Holanda, pelos relevantes serviços prestados à sociedade amazonense. O evento foi realizado no plenário Adriano Jorge da Casa Legislativa e contou com a presença de familiares e amigos do homenageado.

Durante a cerimônia, o vereador Everton Assis elogiou o homenageado por sua história no município de Manaus e no estado do Amazonas, lembrando que a honraria é uma forma justa de reconhecer a contribuição, mérito e relevância do trabalho prestado por em mais de 50 anos na vida pública.

Em discurso emocionado, Orlando Holanda agradeceu as palavras de carinho e reconhecimento. “Agradeço imensamente a Câmara Municipal na pessoa do vereador Everton, me sinto honrado.“
O representante da Prefeitura de Manaus, procurador geral do município, Rafael Albuquerque destacou a iniciativa do vereador Everton Assis e parabenizou emocionado o homenageado.

Engenheiro Orlando Cabral de Holanda recebe medalha de ouro – Foto: Aguilar Abecassis – Dircom/CMM

Orlando Holanda

Orlando Cabral, nasceu em 14 de setembro de 1935, filho de Helena Cabral de Holanda e João Carlos de Holanda. Casado há 53 anos com Maria Lourdes Brasil de Holanda, pai exemplar de Ana Lúcia Brasil de Holanda, Ana Helena Brasil de Holanda, Ana Paula Brasil de Holanda, Ana Karina Brasil de Holanda e João Carlos Brasil de Holanda. Natural de Manaus, é um profissional competente, servidor público com serviços de alta relevância prestados ao Amazonas e ao Brasil.

Graduou-se em engenharia pela Universidade Federal do Paraná e depois fez pós-graduação em Navegação de Interiores pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Em 1964, atuou como engenheiro de campo da Empresa Irmão Prata S/A – responsável pela construção da BR 174 – trecho entre Manaus e Caracaraí, em Roraima. De 1965 a 1994 foi funcionário efetivo do Departamento de Estradas de Rodagem do Amazonas.

Em 1965, atuou, ainda, como engenheiro de campo na construção da AM 010 que liga Manaus a Itacoatiara (AM). Já exerceu os cargos de Secretário de Obras do Município (1965), Diretor do Departamento Rodoviário Municipal (1965), Diretor Geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Amazonas (1971), Secretário e Diretor da Secretaria de Transportes do Estado do Amazonas (1971-1975 e 1984-1989).

Atuou no planejamento e execução de grandes obras como a construção da BR 319 que liga o Amazonas a Rondônia. No âmbito da iniciativa privada, foi o engenheiro responsável pela construção dos conjuntos habitacionais Jardim Yolanda, Jardim Primavera I e II e Mucuripe I, II e III, bem como na expansão do Distrito Industrial da Suframa.

Participou da construção da ligação São Jorge – Tarumã – Ponta Negra, Ligação de Boca do
Acre (Platô de Piquiá), implantação das vias do Distrito Industrial de Manaus, ligação da balsa Manaus-Cacau Pereira (AM 070), Construção dos Conjuntos Habitacionais Jardim Yolanda, Jardim Primavera I e II e Mucuripi I, II e III e na expansão do Distrito Industrial da Suframa (Distrito II). Em 2013, atuou como subsecretário de infraestrutura permanecendo no cargo até dezembro de 2014. Desde janeiro de 2015 passou a responder pela Superintendência da Seminf.

Foi professor de carreira da Ufam onde atuou entre os anos de 1967 a 2005 lecionando na disciplina Técnica e Economia dos Transportes.

Fonte: CMM


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui