Curiosidades Saúde

Entenda o que pode levar à morte súbita, como ocorreu com modelo

O modelo Tales Cotta morreu neste sábado (27), após sofrer mal súbito no SPFW - Foto: Divulgação
Redação I
Escrito por Redação I

A morte súbita ocorre por problemas cardíacos que podem ser de conhecimento do paciente, ou não, afirma o cirurgião cardiovascular Marcelo Sobral, da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo. De acordo com Sobral, a morte súbita pode ocorrer por infartos, arritmias cardíacas, malformação congênita e por hipertrofia cardíaca — inchaço do coração. Segundo o clínico geral Alfredo Salim, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, a maioria das mortes súbitas ocorre com uma arritmia cardíaca seguida de uma parada do coração.

Neste sábado (27), o modelo Tales Alvarenga, 26, de nome artístico Tales Cotta, morreu após sofrer um mal súbito ao desfilar para a marca estreante Ocksa, na SPFW (São Paulo Fashion Week). Tales foi socorrido pela equipe de resgate do evento após demaiar na passarela e foi levado ao hospital Sorocabana, na Lapa, mas não resistiu. Não se sabe ainda a causa da morte.

O cirurgião afirma que existe uma diferença entre mal súbito e morte súbita. “O mal súbito ocorre quando a pessoa está bem e, de repente, apresenta uma tontura ou desmaia. É um sintoma agudo e sem sinais e logo a pessoa pode voltar a ficar bem ou o coração pode parar. Já a morte súbita, que também ocorre de maneira repentina, a pessoa está bem e, sem causa aparente, ela morre, seja por um infarto, ou arritmia”, explica Sobral, que afirma que o mal súbito também pode ser seguido de uma morte súbita.

Salim afirma que a morte súbita entre idosos, geralmente, é ocasionada por um infarto, problemas de circulação embolia pulmonar ou AVC, e é mais comum que o paciente tenha conhecimento das doenças. Entre os jovens, o clínico afirma que a morte súbita é menos comum, mas pode ser ocasionada por malformações cardíacas e doenças congênitas, como problemas nas válvulas cardíacas.

O modelo Tales Cotta morreu neste sábado (27), após sofrer mal súbito no SPFW – Foto: Divulgação

Fatores externos, como o uso de drogas, álcool, medicamentos, cigarro, jejum prolongado e alterações na alimentação, com falta de potássio, também podem causar esse tipo de morte.
Salim afirma que, a maioria das pessoas que sofrem uma morte súbita, já teve algum sintoma, como tontura, desmaio ou falta de ar, mas não deu a devida atenção .

Ambos os médicos afirmam que a morte pode ser evitada quando a pessoa, ao ter um mal súbito e ter uma parada cardíaca, for submetida à massagem cardíaca. Sobral afirma que é necessário verificar os sinais vitais da pessoa, procurando a pulsação do paciente e, se não houver, iniciar a massagem cardíaca. O procedimento deve ser feito até que a ajuda médica chegue.

Para realizar a massagem cardíaca, o cirurgião orienta que a pessoa junte as mãos e apoie a parte mais gordinha da mão, próxima ao polegar e ao punho, no meio do osso da caixa toráxica e pressionar, com o braço bem esticado, colocando o peso do corpo para massagear.

Fonte: R7

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.