Equipes técnicas seguem para municípios afetados pela cheia para traçar ações emergenciais

Foto: Rodrigo Santos / Defesa Civil

A equipe técnica composta por membros de diversos órgãos do Governo do Amazonas, sob a coordenação da Defesa Civil do Estado, com representantes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) para o interior, da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), realizaram uma reunião, nesta quinta-feira (25/02), com representantes do município de Boca do Acre, situado na calha do Purus, para alinhar informações referentes aos danos causados pela cheia. E nesta sexta-feira (26/02) todos realizarão visita in loco.

Os municípios de Eirunepé e Envira, localizados na calha do Juruá, decretaram situação de emergência. E estão com uma estimativa de ¼ de sua população afetada pela subida do Rio Juruá, Rio Acre e seus afluentes, que impactam diretamente essas localidades.

Envira contabiliza 2.196 pessoas afetadas e, atualmente, a Defesa Civil municipal atua na distribuição de água potável, remanejamento dos desabrigados e desalojados, e no levantamento de dados acerca dos danos e prejuízos, que já foram causados pela subida do rio. Houve aumento no número de doenças infecciosas como dengue e malária.

Foto: Rodrigo Santos / Defesa Civil

Eirunepé contabiliza 10.307 pessoas afetadas, as famílias desabrigadas foram alojadas em escolas utilizadas como albergues da prefeitura. A saúde, abastecimento de água potável e energia elétrica seguem dentro da normalidade até o momento.

A Defesa Civil do Estado do Amazonas segue com monitoramento diário da situação hidrológica e climatológica dos municípios do interior. A agente de Defesa Civil do Amazonas Michele Santos, que atua na coordenação da Calha do Juruá, realizará visitas técnicas, a partir desta sexta-feira (26/02), nos municípios de Guajará, Ipixuna, Eirunepé, Envira e Itamarati, para elaboração do planejamento emergencial de assistência às famílias afetadas pela cheia, para atuar com ações complementares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui