Estrangulardor de mulher é recebido na penitenciária à base de porrada


estrangulador1-481x600

O suposto estrangulador de Maria do Socorro Souza, de 21 anos, Ariel de Souza Evangelista, 25 anos, foi recebido pelos detentos da Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, à base de muita porrada.

O estrangulador, que no último domingo matou Maria do Socorro Souza, em um dos apartamentos do Hotel WM, na Roa Lobo D’Almada, Centro de Manaus, precisou ser socorrido do linchamento pela guarda de plantão para não ter o mesmo fim de sua vítima. Ariel foi levado para Pronto Socorro 28 de Agosto com o braço esquerdo quebrado e fratura na cabeça, onde se encontra em observação.

Ao ser preso no domingo, Ariel contou aos policiais da Homicídios e Sequestros, com toda a frieza do assassino sanguinário, como matou Maria do Socorro. “Dei uma gravata, peguei a bolsa dela, coloquei no pescoço, e finalizei. Depois fumei maconha do lado do corpo e fui pra casa dormir”, relatou friamente o acusado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui