Explicado os ataques a Omar Aziz: Eduardo Bolsonaro é alvo da CPI da Covid

Eduardo Bolsonaro: o alvo agora é o presidente da CPI, Omar Aziz - foto: recorte/rede

O intenso movimento nas redes sociais de ontem, segunda-feira (17), para pressionar o presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), a convocar o secretário-geral do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, para depor na comissão, não é o motivo principal dos ataques de bolsonaristas nas redes sociais.

O motivo seria o temor das denúncias feitas a Carlos Bolsonaro, que já está no radar das investigações e ao outro filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, que também poderá entrar no alvo da CPI da Covid.

Também está na lista do ‘medo bolsonarista’, o assessor internacional da Presidência, Filipe Martins, que está na mira da CPI e deve ser investigado.

Os senadores também pretendem usar o depoimento do ex-chanceler Ernesto Araújo nesta terça-feira (18), para direcionar as investigações para a atuação do deputado federal Eduardo Bolsonaro e do assessor internacional da Presidência da República, Filipe Martins, aponta reportagem da Folha de S.Paulo.

A semana promete ser quente na CPI da Covid. Além de Ernesto Araújo e do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, será ouvida a atual secretária de Gestão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como capitã cloroquina.

Ernesto Araújo será questionado sobre os danos provocados na relação entre Brasil e China com as declarações de Eduardo Bolsonaro. Os senadores querem saber também sobre a influência do filho 03 e do assessor Filipe Martins na elaboração de uma política externa ideológica, contrária à China e à Venezuela.

TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui