Feirante de 55 anos é morta na porta de sua casa na Zona Norte de Manaus

Dona Raimunda recebe o tiro e não resiste - morre na porta de casa/Foto: Divulgação

Raimunda Celestina Maquiné, de 55 anos, foi morta com um tiro nas costa, na madrugada de hoje, terça-feira (14), por volta das 03h00, na rua Natal, Comunidade José Bonifácio, bairro Colônia Terra Nova, na zona Norte de Manaus. A vítima era feirante e foi encontrada na porta de casa pelo marido.
De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a mulher e o marido, Antovilla Pinto Albuquerque, de 63 anos, se preparavam para trabalhar na feira, no bairro Aparecida, Zona Centro-Sul da capital. Ele informou à polícia que havia sápido de casa para chamar um sobrinho que levaria ele e Raimunda para a feira.

Dona Raimunda recebe o tiro e não resiste – morre na porta de casa/Foto: Divulgação

Segundo Antovilla, na metade do caminho ouviu um estampido de tiro, mas imaginou que o barulho viesse da mata. Ao chegar para chamar Raimunda e encontrou caída na porta de casa com ferimento de tiro nas costas sem vida. A porta do imóvel estava trancada e não havia sinais de arrombamento.

O corpo de Raimunda foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). O crime será investigado pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui