Festival de Cirandas de Manacapuru vai ter a mesma segurança da Copa

Órgãos reunidos montam operação/Foto: Divulgação

Órgãos reunidos montam operação/Foto: Divulgação
Órgãos reunidos montam operação/Foto: Divulgação

Manacapuru vai ser a primeira cidade do Amazonas a se beneficiar do legado deixado pela Copa do Mundo na segurança, com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) levando para o 18º Festival de Cirandas do município a 70 quilômetros de Manaus, nos dias 29 a 31 deste mês, a mesma estrutura empregada durante os jogos na Arena da Amazônia, conforme anunciou nesta tarde o secretário Paulo Roberto Vital.

A primeira reunião da SSP com a prefeitura local e os órgãos envolvidos com a disputa anual da dança de cirandas entre os grupos Flor Matizada, Tradicional e Guerreiros Mura aconteceu na tarde desta terça-feira. A festa será nos dias 29 a 31 de agosto.

De acordo com o coronel Vital, a SSP recebeu do Governo do Estado determinação para que empregue o mesmo aparato de tecnologia, equipamentos e profissionais das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no festival de Manacapuru.

“O Festival de Cirandas de Manacapuru está entre as principais festas populares da região Norte, e por isso recebe do sistema de Segurança Pública o tratamento de grande evento. Recebi ordem direta do governador para manter o nível de segurança dos últimos festivais, sem registro de violência”, disse o secretário.

Acrescentou o titular da SSP que o festival será todo monitorado por câmeras nos locais de interesse do evento, com a montagem de um Centro de Comando e Controle Local (CICC-L), apoiado por um CICC Móvel, Plataforma de Observação Elevada (POE), helicóptero com a supercâmera, que gera imagens em tempo real, com alta resolução e capacidade de captar detalhes pelo calor e sistema de radiocomunicação.

Sob coordenação da Secretaria-Adjunta de Grandes Eventos (Seasge) e do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), com o apoio operacional do Centro Integrado de Operações (Ciops), a SSP vai desenvolver em Manacapuru um plano integrado que contempla ações em conjunto de órgãos da assistência social, da saúde, conselho tutelar, trânsito, transporte, programas sociais, corregedoria, inteligência, policiamento, socorro e resgate, entre outros.

O secretário-executivo do GGI, delegado Frederico Mendes, disse na reunião com os organizadores em Manacapuru que neste ano a expectativa é de um evento com uma maior qualidade na questão de segurança. “O festival de cirandas vai se beneficiar da vitoriosa experiência que os órgãos obtiveram na realização do evento Copa do Mundo, quando Manaus foi considerada entre os três melhores desempenhos”, disse.

Para explicar que a realização da segurança em um evento de grande porte, como é o de Manacapuru, o coordenador de Operações da Seasge, tenente-coronel José Cláudio, fez uma apresentação de como os representantes dos órgãos vão se organizar para planejar e executar um plano operacional integrado, com tudo coordenado a partir de um Centro de Comando e Controle Local e o uso de vários equipamentos e tecnologias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui