Filha do goleiro Barbosa desabafa após vexame: ‘Ele deve estar feliz’

Tereza, filha do goleiro Barbosa visita túmulo do pai/Foto: UOL
Tereza, filha do goleiro Barbosa visita túmulo do pai/Foto: UOL
Tereza, filha do goleiro Barbosa visita túmulo do pai/Foto: UOL

A vexatória goleada sofrida pela seleção brasileira para a Alemanha por 7 a 1 no Mineirão serviu de desabafo para uma pessoa. Tereza Borba, filha adotiva do goleiro Barbosa e única familiar viva do arqueiro de 1950 colocou pra fora o que sentia pela injustiça com o pai.

Ao conversar com a reportagem instantes depois das semifinais, falou sem parar como alguém que sentia na pele todo o drama que passou seu pai por décadas ao ser taxado de vilão nacional por uma única falha na final contra o Uruguai.

“Pra mim está ótimo. Eu já sabia. E o Barbosa foi vice-campeão. Ele tinha orgulho de ser vice, entendeu? E hoje tomamos chocolate, que não foi da Suíça. Estou triste por ser brasileira, mas feliz por honra ao Barbosa. Ele deve estar feliz agora”, desabafou, em entrevista ao UOL Esporte.

“Isso foi pra mostrar que Barbosa tem valor. Ele era ótimo goleiro e foi um grande injustiçado. Barbosa não tinha salário, psicólogo e não ganhava como esses jogadores ganham agora. O que é isso?”, prosseguiu.

A filha do histórico goleiro disse que, apesar do desabafo, nem ela e nem o pai estavam contra a seleção brasileira. Ambos queriam ver uma vitória em casa. Mas disse que quis aproveitar o momento para valorizar algo que Barbosa tem e muitos subestimam; um vice-campeonato mundial.

“Como brasileira, torci muito pelo Brasil. Ele preferia que o Brasil tivesse ganhado, infelizmente. Barbosa tinha orgulho de ser vice. E agora? O Barbosa tem que ser reverenciado mais do que nunca. Ele foi vice e nem vice eles foram”, falou.

Tereza disse ainda que ficou triste por uma pessoa da seleção brasileira. “Gosto muito do Julio Cesar e não queria que acontecesse isso com ele.”

Barbosa morreu em 2000 com 79 anos, sendo sempre lembrado pela falha de 1950. Sua carreira na seleção, apesar da derrota para o Uruguai, teve títulos como a Copa América e a Copa Roca. Foi hexacampeão carioca pelo Vasco, clube pelo qual teve passagem mais destacada.(UOL)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui