Amazonas Destaques Formal & Informal

Global, Eucatur e Vega dão ‘desculpas’ para não pagar os Rodoviários

Eucatur encabeça as empresas que deixaram de depositar o 13º dos trabalhadores - foto: Tiago Melo/G1 AM
Redação
Escrito por Redação

O prefeito Arthur Neto (PSDB) lavou as mãos e jogou a culpa nos empresários e ainda deu uma ‘bronca’ nos Rodoviários caso eles resolvam entrar em greve por ter sido ‘enrolados’ pelas empresas Global, Eucatur e Vega transportes.

As empresas São Pedro, Via Verde e Líder cumpriram o acordo firmado entre Ministério Público do Trabalho (MPT), Sindicato dos Rodoviários, Sinetram e prefeitura.

No entanto, a orientação do presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givancir de Oliveira, é não parar, embora ele não possa se responsabilizar pelos trabalhadores que irão passar o Natal sem dinheiro no bolso. As três empresas alegaram ‘falha na compensação do depósito’ e problema de sistema para não efetuar o pagamento do 13º Salário da categoria.

Givancir disse não ter como evitar que os trabalhadores tomem decisão com base na falta de pagamento do 13º Salários prometidos para hoje (24) até às 14 horas, aos trabalhadores. “A greve ou paralisação, cruzar os braços, tudo é possível”, afirma.

Enfim!.. as centenas de trabalhadores do sistema de transportes urbano de Manaus ligados as empresas Eucatur, Global e Vega transportes vão passar o Natal sem dinheiro para pagar sequer as contas atrasadas de aluguel, cartão de crédito e outras despesas cotidianas.

Nos grupos da categoria há manifestação de resignação, mas a maioria está revoltada com a falta de responsabilidade do poder municipal e das empresas. “Quando é para pressionar os trabalhadores, a justiça e o prefeito aparecem antes da greve começar, mas quando é a empresa que falha com os trabalhadores, aí é só desculpas do prefeito”, justifica o funcionário Felix Nogueira.

Eucatur encabeça as empresas que deixaram de depositar o 13º dos trabalhadores – foto: Tiago Melo/G1 AM

Sinetram

O Sinetram distribuiu uma nota à imprensa informando que as empresas Vega, Eucatur e Global não conseguiram depositar o 13º salário dos colaboradores em tempo hábil, devido ao expediente bancário reduzido. Porém, as empresas se comprometem em realizar o depósito até esta quarta-feira (26/12). A desculpa acima não convenceu.

Comunicado afixado na porta da garagem – foto: divulgação

Prefeito

Indignada com o silêncio das autoridades a trabalhadora Kliciany Silva, que assina ‘Família’ em um grupo de whatsapp da Categoria, enviou uma mensagem para o prefeito e ele respondeu. (veja a seguir)

“Falei c eles. Alegam q o Bradesco foi lento. Mas já rezei a cartilha pra eles, q me disseram q no início do dia 26 tudo estará resolvido. Sou amigo sincero da categoria e amigo sincero não mede palavras. Fala tudo de frente e claramente. Não incorporem essa mania de começar os diálogos pela greve. Está é o último recurso a ser utilizado. Por mil razões, entre as quais a má gestão, há problemas quase q diários. E 99% deles não justificam uma paralização. Afinal, eu tenho, vcs tb têm, obrigações sérias c está cidade. Uma delas é evitar q Manaus pare, prejudicando 1,2 milhão de habitantes. No caso do décimo, a questão fundamental, q é o dinheiro, está resolvida. E fui eu e não os emoresário”.

O prefeito não convenceu. Arthur chamou mais a atenção dos trabalhadores (vitimas) do que dos empresários, que continuam surfando nas facilidades dadas pelo poder municipal a eles.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.