‘Gorgulhos’ é o prato principal na merenda escolar de Novo Airão

O vereador Massarico comprova a grande quantidade de alimentação estragada nas escolas de Novo Airão - foto: arquivo

Por Garcia Neto
O vereador Rosivaldo Souza dos Santos, o Professor Massarico (Rede), recebeu denúncia de entrega de alimentos estragados do programa de alimentação escolar à comunidade Membeca no município de Novo Airão.

Massarico foi ao Porto conferir a notícia e constatou que a remessa continha alimentos estragados, com pacotes de grãos e macarrão infectados por gorgulhos, e pacotes de leite com prazo fora de validade, portanto, impróprios para o consumo, mas servido como prato principal aos alunos da Rede Municipal de Ensino.

A secretária da Educação, professora Cynthia Girão, tentou desmentir a denúncia, mas ponderou, justificando que os pacotes de macarrão carregados com gorgulhos estavam dentro do prazo de validade, o que para ela “é normal, pois até em nossas cozinhas isso acontece”.

Quanto ao leite, Cynthia disse que a empresa fornecedora fez a troca do produto contaminado.

O vereador Massarico foi verificar, mas a professora Cynthia Girão disse que isso é normal – foto: montagem/Correio

Ela ainda alfinetou o vereador, afirmando que Massarico “fez alarde sem saber a verdade dos fatos”. Cynthia pode até gostar de alimentos temperados com gorgulhos, os quais são rechaçados quando é constatado pacotes de grãos e macarrão contaminados ainda estão na dispensa das famílias que mantém as boas práticas de higiene.

Segundo informou a secretária, o depósito onde os produtos da merenda são armazenados é um ambiente limpo, climatizado, e lamentou o vazamento da informação “partida de pessoas inescrupulosas”.

Novo Airão serve alimentação escolar estragada em quase todas as unidades – foto: divulgação

O Programa de Alimentação Escolar recomenda o emprego da alimentação saudável e adequada para ser servida a alunos da rede pública de ensino, preferencialmente os oriundos da agricultura familiar.

A Lei nº 11.947/2009, que dispõe sobre o programa, recomenda que a alimentação saudável e adequada deve ter cardápios variados, seguros e que respeitem a cultura, as tradições e os hábitos alimentares do aluno.

*Garcia Neto é jornalista e professor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui