Amazonas Destaques Formal & Informal

Governador promete pegar o “mentiroso e dorminhoco” e entregar ao povo

“Tem gente que acorda tarde e vai escrever cartinha de facebook para tentar me atingir. Acordo cedo e trabalho demais para me preocupar com isso”, David Almeida.
Redação
Escrito por Redação

Durante a coletiva de imprensa agendada para anunciar que não apoiaria nenhum dos dois candidatos a governador nesse segundo turno das eleições suplementares no Amazonas, o governador David Almeida aproveitou para dizer que nesse dia 09 de agosto de 2017, vai “pegar um dorminhoco e mentiroso” e apresentar ele à população de Manaus.

“É certo que é mais fácil pegar um coxo do que um mentiroso”, exemplificou Almeida, prometendo que deve aparar as arestas do prefeito Arthur Virgílio Neto do (PSDB de Aécio Neves), que anda “mentindo” a respeito da sua administração, sem no entanto, fazer nada pela cidade que hoje se encontra toda esburacada.

Quando acorda no seu horário habitual, no final da tarde, Arthur não está aproveitando para trabalhar mas para promover “picuinhas” nas redes sociais. Enquanto isso, a cidade está cada vez com mais problemas. Falta alternativas para o caótico trânsito, para os transportes urbanos e, o prefeito “mascarando” a cidade com tinta, faixas azuis, mas sem esquecer de investir nos departamentos de multas.

“Tem gente que acorda tarde e vai escrever cartinha de facebook para tentar me atingir. Acordo cedo e trabalho demais para me preocupar com isso”, David Almeida.

Ele, Arthur, está sendo apontado como incentivador de Amazonino Mendes, no caso da ação movida contra David Almeida no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na tentativa de impugná-lo e torna-lo inelegível nas eleições de 2018. Arthur também foi tentar acelerar o processo de posse do novo governador. Ele foi bater nas portas do TRE-AM, com esse propósito. “Deve ser mais um dos delírios do prefeito, uma vez que já existe uma decisão do STF, que o governador tome posse somente depois do julgamento dos embargos de declaração que foram interpostos pelo TSE”, destaca uma assessor do governo.

O crescimento repentino de David Almeida, em apenas três meses de governo, está assustando os velhos caciques e raposas da velha política amazonense. Entre eles, o próprio Omar Aziz, que fez e tudo para anular a desenvoltura política do governador interino.

“Covardes. Já me tiraram dessa eleição, agora querem me impedir de disputar o governo em 2018”, esbravejou David Almeida, antecipando que vai sair do PSD do cacique Omar Aziz. Ele garante que já recebeu vários convites inclusive do (PP) de Chiquinho Garcia e o (Pode) de Abdala Fraxe.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário