Governo do Estado doa 7.5 toneladas de alimentos para organizações sociais

Foto: Raine Luiz / Sejusc

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), realizou entrega, nesta quinta-feira (06/05), de 7.5 toneladas de alimentos para cinco Organizações da Sociedade Civil (OSCs); e para o representante de uma comunidade com trabalhos voltados a grupos em vulnerabilidade social em Manaus.

Os produtos foram comprados de feirantes pelo Governo do Amazonas, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), órgão vinculado à Secretaria de Produção Rural do Amazonas (Sepror), e seguem determinação do governador Wilson Lima de ajudar famílias em risco social.

Todas as entidades atendidas estão situadas em Manaus, sendo responsáveis por efetuar a distribuição das mercadorias às famílias. As entregas por parte da Sejusc foram na Instituição Social Anjos Solidários do Amazonas (Isasam), no Santa Etelvina, zona norte; no Instituto Mulheres em Superação no Amazonas (IMES), na comunidade Nossa Senhora de Fátima 2, zona norte; no Grupo de Idosos Idade Renovada, no Cidade de Deus, zona norte; no Instituto Amigos da Família (Iafam), na comunidade Novo Reino 2, zona leste; e no Movimento INAO, no Coroado, zona leste. Também ocorreu uma entrega na comunidade Nova Aliança 2, zona norte, em nome de Ronaldo Brasil.

Foto: Raine Luiz / Sejusc

Para a secretária titular da Sejusc, Mirtes Salles, a ação reforça o comprometimento do Estado com os produtores rurais e também com a população mais carente. “Esses alimentos estão ajudando o produtor que estava com a produção comprometida, porque não tinha para quem vender, pois os alimentos estavam quase perdidos, principalmente para aqueles com plantio na várzea. O Governo do Estado está fomentando com essa aquisição a geração de renda no interior e, consequentemente, está ajudando as famílias que estão em situação de vulnerabilidade”, disse.

A presidente do Instituto Mulheres em Superação no Amazonas, Nelriane Reis, explicou que o repasse do Governo deve ajudar a manter a alimentação de cerca de 100 famílias atendidas pela instituição que, no próximo dia 16 de maio, contará também com trabalhos em Parintins, município distante 369 quilômetros de Manaus.

“A gente prioriza as mães que mais precisam, famílias que hoje estão em situação de extrema pobreza, que perderam seus empregos, e que não têm renda, a não ser o Bolsa Família [programa de renda do Governo Federal]”, contou a gestora do IMES.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui