Governo tira condecoração de embaixadora acusada de agredir funcionária

Marichu Mauro foi flagrada agredindo empregada - Foto: Reprodução/TV Globo

O governo tornou sem efeito a concessão da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul à embaixadora das Filipinas no Brasil, Marichu Barredo Mauro. A decisão, publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira (3), ocorre após a repercussão das imagens em que Marichu aparece agredindo uma empregada doméstica.

Na semana passada, o governo das Filipinas determinou a volta de Marichu para o país. De acordo com uma reportagem exibida pelo Fantástico, a vítima, que também é filipina, trabalhava na residência oficial da embaixadora, que fica nos fundos do prédio principal, em Brasília.

Em agosto, as imagens foram entregues à Justiça e os funcionários entraram com uma representação contra Marichu no Ministério Público do Trabalho, que abriu inquérito para apurar o caso. A embaixadora está no Brasil há dois anos e meio.

De acordo com um funcionário ouvido pela reportagem do Fantástico, a empregada doméstica foi agredida pela embaixadora várias vezes, por vários dias. A vítima saiu do país no último dia 21.

Istoé

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui