Guns N’ Roses pede 12 camarins, 250 toalhas e massagistas no Rock in Rio

Axl Rose e Slash, do Guns N' Roses - Foto: Gary Miller/Getty Images

Dos pedidos mirabolantes aos camarins simples com cardápios saudáveis. O perfil dos astros que passam pelos palcos do Rock In Rio mudou, está mais clean. Há exceções, porém, a exemplo do Guns N’ Roses, atração do Palco Mundo na quinta-feira, 8. A banda pediu 12 camarins, 250 toalhas, 2 massagistas e rosas vermelhas e brancas.

As informações de bastidores são da produtora de evento Ingrid Berger. Ela, que é coordenadora de backstage do megaevento, destacou, em entrevista ao G1, a instabilidade do grupo liderado por Axl Rose. “Eu nunca sei o que vai acontecer, então, eu fico sempre com o pé atrás”, conta.

No geral, Ingrid aponta, a lista de pedidos tem se tornado mais simples. “Nos anos 80, era muito rock and roll. Tinha muito pedido de junk food, hambúrguer e muita bebida alcóolica”, relembra. Ela identifica grande aumento no número de pessoas nas equipes pedindo comida vegana. “Antigamente em uma equipe de 200 pessoas, por exemplo, ia aparecer um vegano. Hoje, numa equipe assim, já são 20”.

A produtora exemplifica que o Green Day apontou entre as exigências que ninguém fumasse perto da banda, uma forma de garantir um ambiente mais harmonioso. Já a equipe de Dua Lipa pediu uma mesa de pingue-pongue. O Coldplay, por sua vez, viaja com o próprio chef de cozinha e o Rock In Rio monta uma cozinha para eles.

O Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui