Hissa diz que tem ‘peneira fina’ para montar a chapa de vereadores no PDT

Ex-deputado federal Hissa Abrahão, presidente estadual do Partido Democrático Trabalhista (PDT-AM) - foto: arquivo Correio

A peneira para a montagem de chapa de vereador no PDT será extremamente rigorosa, com comissão para avaliar os pretendentes a pré-candidatos que tenham mais de 3,5 mil votos confirmados.

A exigência partiu do presidente estadual da legenda, o ex-deputado federal Hissa Abrahão, que prometeu rigor absoluto na escolha de concorrentes ao mandato de vereador de Manaus pelo partido.

“A linha de corte é de 3 mil votos, quem a gente suspeitar que tem mais de 3,5 mil, vai passar por uma comissão, para saber se entra ou não”, sentenciou.

De acordo com o presidente Estadual, a nova filosofia do PDT é dar condições de igualdade na disputa de pelo menos 03 vagas de vereadores almejadas para o PDT, no próximo pleito.

Quarentena

Hissa está de quarentena a cinco dias. Nesse período disse que não conversou com ninguém, não falou de política com ninguém, não teceu e nem fez acordo com nenhum partido, político, governo, prefeitura, nada! Ele está seguindo a determinação do Ministério da Saúde de recolher-se até passar a onda mais pesada do coronavírus.

Mas mandou um recado: o PDT está fechado com cadeado e trava de segurança para cidadãos que tiverem mandato. Ou seja, vereadores com mandato, passem bem longe das fileiras do PDT, porque, pelo menos na eleição 2020 (se acontecer), não serão aceitos agora na reta final de filiação ao partido.

O prazo para filiação termina no próximo dia 04 de abril. “Se eu abrir, a militância vai pegar pesado comigo”, justificou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui