Homem é flagrado agredindo mulher em frente a policiais, que só olham

Homem espanca mulher em frente ao carro da polícia que só observa/Foto: Reprodução

Homem espanca mulher em frente ao carro da polícia que só observa/Foto: Reprodução
Homem espanca mulher em frente ao carro da polícia que só observa/Foto: Reprodução

Um morador de Sacramenta, em Belém PA), registrou, no último domingo, a agressão de um homem a uma mulher, na Passagem Mirandinha. A cena aconteceu em frente a um carro da Polícia Militar, com dois policiais dentro. Mesmo observando as agressões, os policiais não fizeram nada.

O ocorrido foi registrado em vídeo e publicado no Facebook. Rapidamente, as imagens foram compartilhadas pela rede social e renderam uma série de críticas à postura dos policiais.

Segundo a pessoa que gravou e publicou o vídeo e não quis ser identificada, o homem e a mulher estavam brigando, por volta de 10h, antes da viatura da PM chegar até o local. Moradores da região acionaram a polícia que, ao chegar, recolheu a faca da mulher. Depois disso, os agentes retornaram ao carro e observaram a continuação da briga. Pouco tempo depois, o carro deixou o local e ninguém foi preso. Nas imagens, ainda é possível ver que a mulher chega a se chocar com o carro da polícia, que estava em movimento.

— O homem saiu arrastando a mulher para o canto da praça e começou a tentar tirar a faca dela, dando socos na cabeça e puxando o cabelo dela. Foi quando a polícia chegou e encostou a viatura. Mesmo com a presença dos policiais, ele continuou batendo nela. Os PMs saíram do carro, pegaram a faca dela e voltaram. O homem a pegou pelo cabelo e foi andando até o local de onde eu filmei. Os policiais, então, ficaram do carro, só olhando o homem bater na mulher, sem fazer nada — explica.

De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Militar do Pará, “o vídeo já foi encaminhado para a análise e adoção de providências julgadas necessárias”. A PM, no entanto, não informou se os agentes que estavam na viatura já foram identificados e nem quais as possíveis punições que eles podem receber, caso seja constatado que, de fato, houve uma falha na postura deles. A polícia também não informou sobre uma possível investigação sobre o agressor do caso.(Extra)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui