Honda anuncia 5 lançamentos no Brasil

Novo SUV da Honda é baseado no novo Civic - Foto: Honda

Coluna Via Digital

Por Lucia Camargo Nunes

Depois de enxugar sua linha por diferentes motivos, a Honda anunciou nada menos do que 5 novidades para o mercado brasileiro: três SUVs, um sedã e um sedã esportivo. Desses, dois serão produzidos aqui.

É um bom momento de renovação para a Honda, que completa 30 anos de operações no Brasil e 25 de produção. O novo line-up começou com a chegada da nova linha City – sedã e hatch, com a despedida de veteranos. O Civic nacional deixou de ser produzido no final de 2021. A Honda também tirou de linha na mesma época o Fit, o WR-V e o HR-V.

Honda Civic Type R – Foto: Honda

HR-V, Civic, novo SUV, CR-V e Civic Type R

A Honda já adiantou que o próximo lançamento será em agosto, o HR-V, em quatro versões: duas com o motor 1.5 aspirado, já aplicado no New City, com calibração para deixá-lo um pouco mais potente, e duas com o inédito motor 1.5 turbo flex, especialmente desenvolvido para o mercado brasileiro.

No fim do ano chegará a 11ª geração do Civic, agora importada e em única versão, híbrida, a mesma tecnologia e:HEV 2.0 do Accord.

Nova geração do Civic chega no fim do ano – Foto: Honda

Para 2023, serão mais três novos carros, por ora importados. Um deles será um SUV médio inédito, baseado no novo Civic. Poderá gerar confusão, porque será similar ao HR-V norte-americano. Mas aqui terá outro nome. Alguns brincam que poderá ser chamado de Civic Cross, em alusão ao seu principal concorrente, o Toyota Corolla Cross.

Fechando sua gama de SUVs, a Honda importará o CR-V (maior, do porte do Toyota RAV4), que também será híbrido.

Para finalizar, a cereja do bolo será o novo esportivo Civic Type R, outra opção inédita no Brasil, também importado.

Agrishow reúne montadoras em salão a céu aberto

Agrishow – Foto:Reprodução/Agrishow

A maior feira do agronegócio brasileiro, a Agrishow chega à sua 27ª edição e está sendo marcada como grande retorno aos eventos presenciais. Realizada em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, entre os dias 25 e 29 de abril, espera receber 150 mil visitantes.

Com a participação de mais de 800 marcas do Brasil e do exterior, a feira reúne a cadeia de produção do agro nacional para apresentar as principais novidades tecnológicas do setor. E, claro, vários players do segmento automotivo marcam presença.

Ford F150 – Foto: Ford

Neste primeiro reencontro, com pinta de Salão do Automóvel, há novidades importantes. Uma delas é a Ford, que antecipou o lançamento da F-150 para 2023. A picape grande, líder de vendas nos EUA, virá para brigar com as picapes Ram, do grupo Stellantis, que dominam o segmento. Um exemplar da F-150 Lariat, hoje na 14ª geração, está em seu estande, mas a marca ressalta que é um veículo de demonstração e que detalhes do modelo destinado ao Brasil serão divulgados próximo do lançamento.

O grupo Stellantis levou 36 veículos, parte disponível para test drive off-road, de suas marcas Jeep, Fiat, Peugeot e Ram. Entre os destaques, o 500e, o primeiro veículo elétrico da Fiat no Brasil. Além dele, as picapes Strada e Toro, Mobi, Argo, Pulse e Fiorino.

Jeep na Agrishow – Foto/Stellantis

A Jeep apresenta a versão híbrida do Compass, a S 4xe, além dos demais Compass, Renegade, Commander e Wrangler. Da Ram, estão as picapes Ram 3500 e 1500. A Peugeot, por sua vez, exibe seu portfólio com os elétricos e-208 GT e e-Expert, o 208, 2008 e o 3008, além dos utilitários Boxer e Expert.

O principal lançamento do ano da Nissan está exposto na Agrishow 2022. A nova Nissan Frontier pode ser vista e testada em uma pista especial no evento. Redesenhada e pronta para enfrentar os desafios do off-road, a picape chega em 6 versões com preços que vão de R$ 230.190 a R$ 314.590. O objetivo da marca é vender mil unidades nos dias do evento.

Defender 2023 – Foto: Land Rover

A Jaguar Land Rover aproveitou para apresentar o novo Defender 2023, que chega ao mercado com o motorização híbrida leve, a diesel. O conjunto conta com 300 cv combinado a um alternador que gera corrente elétrica. São 4 versões com preços entre R$ 708.950 e R$ 800.950.

Caminhões autônomos são destaque

Do segmento de pesados, a Scania reservou 600 m² para antecipar suas comemorações de 65 anos de Brasil, com a estreia de seu caminhão autônomo. O modelo P 280 8×4 está disponível na área de test drive. A marca exibe ainda os caminhões da nova geração e os modelos movidos a gás e/ou biometano.

Actros – Foto: MercedesBenz

Já a Mercedes-Benz destaca o extrapesado Actros e o Axor 3131 com direção autônoma, parceria com a Grunner.

A Volkswagen Caminhões e Ônibus marca presença com o VW Delivery 11.180 4×4, único com essa configuração na categoria no Brasil, e mais novidades para atender ao agronegócio. Entre elas está a nova geração do Delivery Express+, o menor veículo da marca, o VW Constellation 24.280 V-Tronic e o Constellation 25.460, o estradeiro mais potente da linha.

Caminhoes, Agrishow – Foto: VWCO

Componentes automotivos

O segmento de autopeças também quer atrair o público do agronegócio na 27ª edição da Agrishow. A MWM, fabricante independente de motores diesel e geradores de energia, exibe suas soluções para descarbonização e aumento de produtividade, através de usinas de bioeletricidade a biogás, do tratamento do dejeto até a geração de energia e produção de biofertilizantes, assim como a solução de transformação de veículos e máquinas, originalmente a diesel, para operarem em biometano e/ou gás natural através de sua nova linha de motores.

A Ponto 5, distribuidora oficial da fabricante de pneus Dunlop, traz suas linhas de pneus de carga para a Agrishow, modelos que se adequam às particularidades exigidas por veículos de grande porte utilizados no agronegócio.

Lucia Camargo Nunes é economista e jornalista especializada no setor automotivo. E-mail: lucia@viadigital.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui