Festival de Ópera abre nesta sexta-feira (26) e segue até 30 de maio

O Teatro Amazonas, o centro de tudo/Foto: Arquivo

Manaus – O Amazonas se transforma na capital da ópera a partir desta sexta-feira (26/4), oferecendo uma intensa programação com apresentações de artistas locais, nacionais e internacionais. O 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO) abre com a apresentação de “Ernani”, de Giuseppe Verdi, no Teatro Amazonas, às 20h. Dentre as produções incluídas na agenda lírica, que segue até 30 de maio, está o destaque da estreia, no Brasil, de “Maria Stuarda”, de Gaetano Donizetti, importante obra no repertório do bel-canto.

Na programação do FAO também é destaque a realização do Encontro “Os Teatros de Ópera e a Economia Criativa na América Latina”, com a presença do secretário especial da Cultura do Ministério da Cidadania, Henrique Medeiros Pires, e assinatura de documento que reconhece a importância da Ópera Latinoamérica (OLA). Trata-se de um pacto entre o Ministério da Cidadania e o organismo, para que o mercado de ópera no Brasil seja olhado de maneira objetiva e profissional, considerando seu impacto econômico, cultural e social.

Este ano, o FAO celebra o centenário do maestro e compositor amazonense Claudio Santoro. Em sua homenagem, durante o evento, será apresentada a ópera “Alma” e, também, um recital com canções compostas por ele. O FAO é uma realização do Governo o Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), com patrocínio master do Bradesco, através da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Cultura.

Além de se consolidar entre os grandes eventos de ópera, no Brasil e na América Latina, o FAO se mostra de extrema importância no segmento da economia criativa, com a geração de 654 empregos diretos. O evento envolve cerca de mil pessoas, entre contratados, Corpos Artísticos da SEC e equipes dos Teatros Amazonas e da Instalação.

“O Festival Amazonas de Ópera representa muito mais que um estímulo à cultura no nosso Estado. Para o Governo do Amazonas é, principalmente, fonte de desenvolvimento econômico e social, ao estimular a formação de novos artistas, gerar empregos e movimentar atividades econômicas relacionadas ao turismo”, afirma o governador Wilson Lima.

Programação – Em 2019, o FAO conta com programação nos teatros Amazonas e da Instalação, nos centros culturais Palácio Rio Negro e Palácio da Justiça, em shoppings, hospitais e escolas de Manaus, além de chegar ao interior. A programação inclui apresentações, no Teatro Amazonas, das óperas “Ernani”, “Maria Stuarda”, “Tosca”, “Mater Dolorosa” e “Alma”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui