Jovem que entrou e furtou casa de idosos de 80 e 72 anos é preso

Foto: Divulgação

Amazonas – A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba, sob o comando da delegada Sylvia Laureana, titular da unidade policial, cumpriu na tarde de terça-feira (7/5), por volta das 14h, mandado de prisão preventiva por roubo majorado em nome de Werik Rodrigues Correa, 19, conhecido como “Kel”.

De acordo com a autoridade policial, o jovem está envolvido em roubo ocorrido no dia 5 de abril deste ano, a um casal de dois idosos, de 80 e 72 anos. Laureana explicou que o crime foi planejado pela neta das vítimas, Fabiana Souza dos Santos, 19. “A infratora contratou Werik e Bruno Gomes Santana, 29, para cometerem o delito. Fabiana e Bruno foram presos no dia 15 de abril deste ano, na Comunidade do Ariaú, em Iranduba, município distante 27 quilômetros em linha reta da capital”, disse.

Conforme a delegada, no dia da ação criminosa Werik e Bruno invadiram a casa dos idosos, situada na mesma comunidade onde ocorreram as prisões de Fabiana e Bruno, em Iranduba. Na ocasião, “Kel” e o comparsa abordaram o casal, que estava dormindo. As vítimas tiveram os braços, pernas e pescoços amarrados e chegaram a ser agredidas fisicamente com socos pelos infratores”, relatou Laureana.

Foto: Divulgação

A titular da 31ª DIP informou que do local a dupla subtraiu um aparelho celular e R$ 490 em espécie. Após o roubo, os infratores empreenderam fuga em uma motocicleta, mas foram vistos por vizinhos do casal, que imediatamente acionaram a polícia. A ordem judicial em nome de Werik foi expedida no dia 15 de abril deste ano, pelo juiz Carlos Henrique Jardim da Silva, da 2ª Vara Criminal de Iranduba.

“Durante as buscas pelo infrator, ‘Kel’ foi localizado e preso pela equipe da 31ª DIP na tarde de terça-feira (7/5), por volta das 14, no bairro Ponta Negra, zona oeste de Manaus. O mandado foi cumprido no momento em que ele estava indo no local onde trabalhava para atualizar os dados cadastrais dele. Em depoimento, ele alegou ter recebido apenas R$ 50 para conduzir a motocicleta usada na ação criminosa”, comentou a delegada.

Indiciamento – Werik foi indiciado por roubo majorado. Ao término dos procedimentos cabíveis na 31ª DIP ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculina (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui