Idam incentiva a produção de avicultura alternativa

Foto: Divulgação

Visando a segurança alimentar e a garantia de ocupação e renda a agricultores familiares, bem como o bem-estar animal, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) tem incentivado o exercício da avicultura de modo mais consciente com o meio ambiente ou avicultura alternativa, como também é chamada. A avicultura integra um dos 21 Projetos Prioritários do Idam e até 2022 o segmento deve beneficiar 1.300 agricultores familiares.

De acordo com o Idam, o projeto abrange 29 municípios do Amazonas e tem como objetivo difundir um modelo de criação de aves em um sistema semiaberto, com o uso de produtos naturais para a alimentação e tecnologias que garantam o conforto animal.

Cada vez mais, os consumidores estão se interessando em saber como aquele alimento foi produzido e quais as condições. O Idam está preconizando o uso de tecnologias alternativas que leve o bem-estar das aves que estão sendo criadas para que elas tenham acesso não só à água potável e ração, mas a outros produtos naturais, como brotação de capim, resíduos da agricultura familiar, raspa de mandioca, grãos (milho) e restos de frutas.

Foto: Divulgação

A avicultura alternativa tem sido recomendada aos agricultores familiares que dispõem de pequenas áreas para a criação das aves e pouco recurso. Outro fator positivo é a redução dos custos de produção, visto que se utiliza produtos naturais, reduzindo o consumo de ração balanceada para a alimentação das aves, já que essa ração é produzida a partir do milho e soja importados.

Neste sistema, a atividade avícola é feita em pequenos espaços e pode ser integrada a outras atividades da agricultura familiar. Os produtores usam a mão de obra da própria família nas atividades para tratar e cuidar das aves e a produção é diária, o que possibilita a alimentação familiar e o excedente ainda pode ser comercializado.

Projeto Prioritário – Os municípios de abrangência do Projeto Prioritário de Avicultura do Idam são Amaturá, Benjamin Constant, Santo Antônio do Içá, Tabatinga, Alvarães, Japurá, Juruá, Uarini, Envira, Itamarati, Borba, Manicoré, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, Anamã, Coari, Manacapuru, Manaus, Novo Airão, Rio Preto da Eva, Novo Remanso, Itapiranga, Nova Olinda do Norte, Maués, Presidente Figueiredo, Urucurituba, Parintins, Urucará e Boa Vista do Ramos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui