Indígenas Sateré-Mawé são beneficiados com guaraná em pó para estoque

Foto: Reprodução

Para apoiar a formação de estoque de guaraná em pó, a tribo indígena Sateré-Mawé acessa pela terceira vez a modalidade de Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Apoio à Formação de Estoques pela Agricultura Familiar – CPR-Estoque, operacionalizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Com isso, os indígenas garantem renda e aprimoramento da organização e promovendo sua inclusão econômica e social.

O produto é adquirido dos indígenas, no território Andirá Marau. A Companhia já liberou a terceira e última parcela do projeto que garante a formação de estoques (CPR-Estoque). Foram repassados R$ 193 mil que, somados aos projetos anteriores de R$ 255 mil e R$ 360 mil, totalizaram R$ 808 mil aplicados nos últimos anos. Estão sendo beneficiadas com a última parcela 59 famílias indígenas.

No dia 26 de junho, a superintendente da Conab no Amazonas, Luiza Moura, foi ao município de Parintins conhecer a atuação do consórcio e a evolução do apoio do programa às famílias que trabalham na extração do guaraná. As empresas CTM Empresa Social e Guayapi Tropical, que estão no Consórcio dos Sateré-Mawé, negociam com a Itália e a França, respectivamente, a exportação do guaraná Nusoken, nome da marca registrada pelos produtores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui