Interrupções de energia elétrica em Anamã vão parar na Justiça

Foto: Divulgação

As constantes interrupções no serviço de energia elétrica em Anamã (a 168 quilômetros de Manaus) resultaram em uma Ação Civil Pública do Ministério Público do Amazonas (MPAM), por intermédio da Promotoria de Justiça do município. Os prejuízos estão tão grandes que a população já fez protestos em frente ao escritório da Amazonas Energia na cidade.

Para denunciar o problema, os moradores também encaminharam um abaixo-assinado ao órgão ministerial. Na ação, que inclui pedido de liminar, o Ministério Público requer à Justiça que obrigue as empresas Amazonas Distribuidora e Amazonas Geração e Transmissão de Energia a tomar providências técnicas imediatas, de modo a fazer cessar as interrupções no serviço de energia elétrica da cidade. Conforme a ação, o prazo solicitado é de trinta dias, sob pena do pagamento de multa diária de R$ 50 mil por dia, a ser revertida para o Fundo Municipal dos Consumidores.

As falhas no abastecimento começaram a ficar frequentes em março deste ano. De lá para cá, os principais problemas enfrentados pelos moradores são o não funcionamento regular das escolas e dos postos de saúde, além de prejuízos ao comércio local e, principalmente, aos agricultores, colocando em risco a produção de polpas de frutas e danificando equipamentos eletrodomésticos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui