Jogos Escolares do Amazonas revela talentos no badminton

Foto: Divulgação/Áida Fernandes - SEDUC

Alunos das escolas estaduais tiveram que suar a camisa e ter muita concentração nas partidas de badminton nos Jogos Escolares do Amazonas (JEas). Os jogos aconteceram no Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Áurea Pinheiro Braga, na Zona Oeste de Manaus. A corrida para as classificações dos alunos apaixonados pelo jogo deu iniciou a partir das 8h e encerrou por volta das 15h. Os quatro alunos finalistas (masculino e feminino) carimbaram o passaporte para a etapa nacional dos jogos, em Curitiba, no mês de setembro.

A aluna paratleta, Mikaela da Costa Almeida, 14 anos do 09º ano da Escola Estadual Cacilda Braule Pinto no Coroado, Zona Leste de Manaus, não ganhou a competição dos Jeas da 40º edição, mas conta que sua paixão é participar dos Jogos de Badminton e poder, de alguma forma, representar Manaus e sua escola. A aluna é conhecida por ser umas das melhores de sua escola e como uma das esportistas mais conceituada do paratletismo, com várias medalhas de ouro. Ela fala que já está de viagem marcada para o Peru, onde irá disputar a medalha de ouro integrando a seleção brasileira no Parabadminton.

Foto: Divulgação/Áida Fernades – SEDUC

“A minha maior honra é ser exemplo para as pessoas com a mesma deficiência que a minha, porque essa minha restrição que tenho não me impede de seguir. Para mim não é uma limitação, eu sei que Deus sabe todas as coisas, e tenho que certeza que ele já sabia que eu iria chegar até aqui. Força de vontade eu tenho para seguir em frente e conseguir tudo que já conseguir com o esporte, a minha família me motiva muito, minha escola me apoia em tudo, meus professores me dão sempre incentivo de seguir”.

O IV Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM) Áurea Pinheiro Braga, foi bem representada, com três alunos na da escola medalhistas de ouro: Débora Costa, Elayne Martins e Bruno Renan.

Bruno Renan, 13, é aluno do 8º ano do Ensino Fundamental e ganhou a dourada logo na sua primeira participação nos Jeas. Agora ele tentará repetir o feito na etapa nacional. “Pela primeira vez eu participo dos jogos escolares e já tenho o que falar depois, fiquei nervoso e pensei que não iria virar o jogo, mas consegui e ganhei a medalha, eu estou bastante ansioso com a viajem, mas sei que eu preciso treinar mais para ganhar mais medalhas e me classificar sempre na melhor categoria”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui