Vídeo mostra jovem se divertindo antes de ser morta por PM no Rio Preto da Eva

Foto: Reprodução

Amazonas – Uma universitária de 18 anos morreu no início da manhã deste domingo (18) após ser baleada no município de Rio Preto da Eva – a 83 Km de Manaus. Segundo familiares, a jovem retornava para casa com um amigo em uma motocicleta quando foi abordada por dois policiais militares em uma blitz. O tiro foi disparado por um sargento da Polícia Militar.

A PM corporação informou que o sargento foi afastado das atividades para que a conduta seja investigada.

O caso ocorreu por volta das 5h30. O irmão da vítima, Thalisson Gabriel, de 26 anos, relatou que a jovem tinha acabado de sair de uma festa em um posto de gasolina, na entrada do município. Thalia pegou carona de motocicleta com um amigo e ia para casa, no bairro Monte Castelo.

Ao passarem pela barreira policial, o condutor da motocicleta não obedeceu a ordem e, conforme a família, o PM atirou contra a universitária.

“O PM diz que atirou para cima, para que o motociclista parasse, mas quem é que atira para cima e acerta na cabeça da pessoa? Isso para mim é considerado como execução. Não tem nada de erro”, afirmou.

Thalia estava cursando o primeiro período de Psicologia. A jovem chegou a ser socorrida para uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Em nota, o Comando Geral da Polícia Militar informou que o caso será apurado pela Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD). Além disso, foi instaurado um procedimento administrativo contra o militar, esclarecendo ainda que também responderá a Inquérito Policial Militar (IPM) com o imediato afastamento de suas funções até a conclusão dos procedimentos judiciais cabíveis.

Com informações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui