Justiça decreta prisão de homem que matou esposa na frente da filha

Foto: Divulgação

Manaus – O Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus condenou, nesta quinta-feira (18), Diego Fabrício do Nascimento Pacheco a 17 anos e quatro meses de prisão, em regime fechado, pelo crime de feminicídio contra a própria esposa, Josilene Ferreira de Araújo.

O processo foi julgado no 3º dia da 2ª Semana do Mutirão do Júri do Tribunal de Justiça do Amazonas.
A sentença foi lida no início da madrugada desta quinta. Diego respondia pelo crime em liberdade e teve a prisão decretada em plenário pela juíza presidente do júri, Maria da Graça Giulieta.

O crime

Um homem de 29 anos foi preso por assassinar a esposa a facadas no domingo (26), na residência do casal, localizada no bairro da Paz, Zona Oeste de Manaus. Diego Fabrício do Nascimento Pacheco teria cometido o crime na frente da filha de seis anos do casal após discutir com a mulher. Ele estaria sob o efeito de bebida alcoólica, cocaína e remédios controlados no momento do homicídio.

Segundo o delegado titular do do 17º Distrito Integrado de Polícia (Dip), Miguel Ribeiro, a discussão entre a dupla teria sido motivada por um suposto caso extraconjugal do marido com um outro homem. No desentendimento, ele teria tentado enforcar a esposa. Quando a vítima se desprendeu de Diego, ele teria pego uma faca e desferido três golpes no pescoço da esposa. A filha de seis anos do casal teria presenciado parte da agressão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui