Justiça Federal suspende multa por farol desligado em rodovias

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Justiça Federal em Brasília determinou, nesta sexta-feira (2), a suspensão de aplicação de multa a condutores que circularem em rodovias com farol desligado. Segundo informações do G1, a sentença, que é provisória, determina que a punição só será aplicável se as estradas forem sinalizadas. A União ainda pode recorrer da decisão.

De acordo com lei federal que entrou em vigor em 8 de julho, os motoristas devem usar farol baixo em rodovias, mesmo durante o dia. Descumprir a regra é considerado infração média, com aplicação de 4 pontos na carteira e multa de R$ 85,13. Havia previsão de que o valor subisse para R$ 130,16 em novembro.

A ação de contestação foi proposta pela Associação Nacional de Proteção Mútua aos Proprietários de Veículos Automotores (Adpvat). O juiz Renato Borelli, da 20ª Vara Federal do DF julgou a matéria. A decisão passa a valer quando a União for notificada, segundo a Justiça.

No texto, do pedido, a associação acusa que a lei foi aprovada om a “finalidade precípua de arrecadação”. “Em cidades como Brasília, exemplificativamente, as ruas, avenidas, vias, estradas, rodovias, etc. penetram o perímetro urbano e se entrelaçam. Absolutamente impossível, mesmo para os que bem conhecem a Capital da República, identificar quando começa uma via e termina uma rodovia estadual, de modo a se ter certeza quando exigível o farol acesso e quando dispensável. Para se evitar infringir a lei, não há outra forma senão os faróis ligados em todos os momentos”, diz parte da ação.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui