Kim diz que vai acelerar desenvolvimento de arsenal nuclear da Coreia do Norte

Caminhões transportam mísseis em desfile em Pyongyang na noite desta segunda (25) — Foto: KCNA via Reuters

A Coreia do Norte vai acelerar o desenvolvimento de seu arsenal nuclear, disse o líder Kim Jong Un enquanto supervisionava um enorme desfile militar que exibiu mísseis balísticos intercontinentais (ICBMs, na sigla em inglês) e outras armas, informou a mídia estatal norte-coreana nesta terça-feira (26).

O desfile ocorreu na noite de segunda-feira durante as comemorações do aniversário de fundação das Forças Armadas da Coreia do Norte, disse a agência de notícias estatal KCNA. Isso ocorre no momento em que Pyongyang intensifica os testes de armas e demonstrações de poder militar em meio a negociações paralisadas de desnuclearização com os Estados Unidos e um novo governo conservador na Coreia do Sul.

Kim Jong-un e sua esposa Ri Sol Ju em desfile em Pyongyang na noite desta segunda (25) — Foto: KCNA via Reuters

Autoridades dos EUA e da Coreia do Sul dizem que há sinais de novas construções no único local de testes nucleares conhecido da Coreia do Norte, que está oficialmente fechado desde 2018, sugerindo que Pyongyang pode estar se preparando para retomar os testes de armas nucleares.

“As forças nucleares de nossa República devem estar totalmente preparadas para cumprir sua missão responsável e colocar em ação sua dissuasão única a qualquer momento”, disse Kim, segundo a KCNA.

Desfile militar em Pyongyang na noite desta segunda (25) — Foto: KCNA via Reuters

A missão fundamental da força nuclear da Coreia do Norte é deter a guerra, mas seu uso “nunca pode ser confinado a uma única missão”, acrescentou.

“Se alguma força tentar violar os interesses fundamentais de nosso Estado, nossas forças nucleares terão que cumprir decisivamente sua segunda missão inesperada”, disse Kim.

Carros blindados e tropas em desfile em Pyongyang na noite desta segunda (25) — Foto: KCNA via Reuters

Hong Min, membro sênior do Instituto Coreano de Unificação Nacional em Seul, disse que o discurso de Kim pode sinalizar uma mudança em sua doutrina nuclear para deixar aberta a possibilidade de “primeiro uso nuclear”, depois de limitar anteriormente seu propósito a dissuasão e defesa.

g1/Mundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui