Léo Moura defende cobranças internas feitas por dirigente do Fla

Léo Moura abranda bronca de diretor do FLA/Foto: Getty Images

Léo Moura abranda bronca de diretor do FLA/Foto: Getty Images
Léo Moura abranda bronca de diretor do FLA/Foto: Getty Images

Flamengo está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e as cobranças da torcida saíram da arquibancada e apareceram nos muros da sede do clube, na Gávea. A insatisfação ganhou as redes sociais e é comum ler as demonstrações de pessimismo com o rendimento do time.

Na última partida antes da parada para a disputa da Copa do Mundo, no jogo com o Cruzeiro, o novo diretor de futebol, Felipe Ximenes, criticou o desempenho do time ainda no vestiário.

Um dos líderes do elenco, o capitão Leonardo Moura não viu problemas na bronca dada pelo diretor Felipe após a derrota e aposta em novos tempos na volta do Campeonato Brasileiro.

“O pessoal levou na boa a bronca e isso faz parte do futebol. Conheço o Flamengo. Com duas vitórias, tudo isso acaba. As coisas não estão encaixando mesmo, mas com esta parada vamos voltar melhor. Vamos ter tempo para ajustar as coisas”, avaliou Léo Moura, que está no Flamengo desde 2005.

Felipe Ximenes age com cautela quanto às vitórias que possam deixar os erros de lado na temporada rubro-negra.

“Vencer duas partidas não significa que está tudo certo, assim como três derrotas não indicam que está tudo errado”, comparou o dirigente do Flamengo.

A delegação rubro-negra está em Atibaia realizando um período de treinos. O time volta a campo no dia 16 de julho, diante ao Atlético-PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui