Lideranças da Igreja Católica elaboram carta de apoio a Lula

Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo da prelazia do Marajó (PA) e presidente da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam-Brasil) - Foto: Recorte

No último dia 11, lideranças da Igreja Católica entregaram ao governo eleito uma carta, com propostas de atenção em políticas públicas que atendam a realidade da Amazônia. O foco é sugerir apoio ao presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva.

A Igreja Católica reforça a esperança para o diálogo nas questões emergentes da bibliodiversidade e preservação do meio ambiente. “Confiamos no seu governo como aliado à emergência deste território como prioridade nacional, sem descuidar do protagonismo dos povos amazônidas”.

No documento, a Igreja Católica reforça que desde 2017 testemunha as ameaças à integridade da floresta amazônica e a todas as formas de vida que a habitam e diz confiar no governo eleito como aliado à emergência deste território como prioridade nacional, sem descuidar do protagonismo dos povos amazônidas no novo projeto de país que sua eleição nos anuncia.

“Por isso, acolhemos com muita esperança a ideia de uma Secretaria de Coordenação de Políticas para a Amazônia, vinculada à Presidência da República, como espaço para o diálogo sobre os amplos aspectos sociais, institucionais e políticos, que impedem às ações governamentais chegarem à Amazônia de forma sustentável e transformadora”, diz trecho da carta assinada pelo Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo da prelazia do Marajó (PA) e presidente da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam-Brasil).

Carta com propostas

Carta - Presidente Lula

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui