Linhões de alta tensão causam preocupação aos moradores de São Jorge

Deputado Bosco Saraiva(PSDB), visita São Jorge/Foto: Divulgação

Deputado Bosco Saraiva(PSDB), visita São Jorge/Foto: Divulgação
Deputado Bosco Saraiva(PSDB), visita São Jorge/Foto: Divulgação
...e ouve reivindicações/Foto: Divulgação
…e ouve reivindicações/Foto: Divulgação

O deputado Bosco Saraiva (PSDB) visitou, no fim de semana, o bairro São Jorge, na zona Oeste de Manaus, verificando de perto os problemas enfrentados pelos moradores, entre os quais, a questão de áreas de lazer e do Projeto Cachoeira Grande.
Na ocasião, o deputado aproveitou para verificar as obras de revitalização da Praça do São Jorge. Elas são resultado de uma solicitação feita quando ainda era vereador da capital amazonense. No lugar haverá espaço adequado para lanchonetes, as já existentes estavam em locais impróprios.

“Eu pude ver de perto que o trabalho está andando apesar da chuva. A estimativa é de que entre 60 e 90 dias a praça esteja pronta. Um belo projeto que vai revitalizar toda e área em frente da Igreja do São Jorge.”, disse o deputado.

O deputado Bosco Saraiva, também, analisou o andamento do Projeto Cachoeira Grande, que nos moldes do Prosamim, visa obras de infraestrutura, saneamento e construção de habitação. Durante visita a área alegada foi verificado um problema, fato, também, relatado pelos moradores daquela área de risco, a construção de linhões de alta tensão. Eles foram construídos por cima da casa das pessoas, e essas residências estão sendo indenizadas pela Eletrobras para sair do perímetro.

“Eu vejo uma confusão, isso porque já tem o programa do Governo do Estado em andamento, e agora o linhão passa por cima da casa das pessoas. É muito claro, não é permitido construir debaixo de um linhão, assim como não podem construir um em cima de uma família. Ele aparenta não estar ligado, mas em processo de instalação. Tem outra questão, e o valor dessa indenização quem está fazendo? Tem tabela de avaliação do imóvel? E quem está acompanhando isso? A situação gera dúvidas.”, relatou o parlamentar.

Esse transtorno, agora, é analisado pelo deputado e será encaminhado aos órgãos voltados a execução do Projeto Cachoeira Grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui