Macaco obeso é enviado para Spa Animal

Tio Gordo está com cerca de 15/Foto: Divulgação

Um macaco que vive que em um parque próximo a um popular ponto turístico de Bangkok, na Tailândia, está com o dobro do peso que deveria, graças às porcarias dadas a ele pelos turistas que visitam o local. Para você ter uma ideia, animais da mesma espécie costumam pesar entre 6 e 7 quilos, mas o Tio Gordo — apelido carinhoso que deram ao primata obeso — está com cerca de 15!

Gorducho

Segundo Tia, o macaco — e outros amiguinhos de sua espécie — vive próximo a um mercado flutuante onde são comercializados alimentos. Pois os turistas não só curtem visitar esse pitoresco lugar, como adoram ver o Tio Gordo se empanturrar com as montanhas de comidas que são jogadas para ele.

Entre os quitutes favoritos do gorducho estão os milk-shakes, milho cozido, melões doces e macarrão — e, além de esses alimentos não serem lá muito indicados para os macacos, Tio Gordo passa o dia comendo! Assim, além de estar consumindo itens que não deveria, o macaco está fazendo isso em excesso. Aí não tem quem não engorde, né!

Por sorte, fotos do macaco rechonchudo acabaram viralizando e chamando a atenção de especialistas — que foram até o parque resgatar o macaco. De acordo com um deles, Tio Gordo não está doente, mas precisa de ajuda. O problema é que ele gosta de comer e os turistas não param de alimentá-lo, então o primata roliço vai passar uma temporada em um “spa animal” para perder peso.

Tio Gordo está com cerca de 15/Foto: Divulgação

Na verdade, Tio Gordo foi levado a um santuário de animais que fica a pouco mais de 160 quilômetros de distância do parque onde ele vivia e passará a seguir uma rotina exercícios físicos diários e receber uma dieta mais saudável.

Problemas humanos

De acordo com Tia, é relativamente comum encontrar bichinhos de estimação que, por conta dos (maus) hábitos alimentares de seus donos, acabam sofrendo com o excesso de peso. Afinal, assim como acontece com os humanos, animais que consomem calorias demais também podem se tornar obesos. E não é só isso! Eles ainda podem desenvolver doenças metabólicas, como o diabetes, por exemplo.

Tio Gordo está com cerca de 15/Foto: Divulgação

Já no caso dos animais que vivem na natureza, costumava ser mais raro encontrar espécies com problemas de peso. Entretanto, aqueles que, como era o caso do Tio Gordo, vivem próximo aos humanos e têm fácil acesso aos nossos alimentos tendem a apresentar alguns quilinhos a mais.

Além disso, um levantamento realizado pela Universidade do Alabama em espécies mantidas em cativeiro apontou que muitas delas estão sofrendo com o ganho de peso também. Segundo o estudo, 40% dos elefantes africanos que vivem em zoológicos estão acima do peso, e é bastante frequente que os macacos sejam mais gordinhos do que os que vivem na natureza.

Fonte: MEGA CURIOSO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui