Mais de 300 motoristas são atuados pelo Detran-AM durante feriadão

Foto: Divulgação

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagrou 28 motoristas dirigindo sob efeito de bebida alcoólica, nos últimos três dias, período que antecedeu o ponto facultativo e o feriado municipal do dia 24/10, aniversário de 348 anos da cidade de Manaus. No período, os agentes do órgão estadual de trânsito autuaram 323 motoristas e apreenderam 112 veículos, sendo 42 carros e 70 motocicletas.
Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (25/10), pelo diretor presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz, que confirmou a realização de blitz permanentes de fiscalização e o reforço nas ações educativas, por parte do órgão, com objetivo de conscientizar à população sobre a importância de adotar boas praticas no trânsito e inibir as irregularidades cometidas, especialmente, a embriaguez ao volante.

Foto: Divulgação

As ações foram executadas por meio de barreiras itinerantes que ocorreram predominantemente nas zonas Norte e Leste da cidade.

Tentativa de suborno – Na madrugada de quarta-feira, na Avenida Itaúba, no bairro Jorge Teixeira, os agentes do Detran-AM flagraram Francisco Bruno Moura da Silva, de 19 anos, dirigindo uma motocicleta, da marca Honda, modelo CB 600, de cor preta, placa NON 9506, sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e sem capacete.

Foto: Divulgação

Para fugir do flagrante, Francisco Silva ofereceu suborno de R$ 294 aos agentes e acabou sendo conduzido ao 14º Departamento Integrado de Polícia (DIP), onde foi preso em flagrante, pelo crime de corrupção ativa. A motocicleta que Francisco dirigia estava com o Licenciamento Anual atrasado e foi recolhida ao parqueamento do Detran-AM. Como se trata de crime inafiançável ele continuará preso a disposição da Justiça.

Foto: Divulgação

Termo de Recusa – Dos 28 casos de embriaguez flagrados durante as ações de fiscalização do Detran-AM no feriadão, 15 motoristas se recusaram a fazer o teste de alcoolemia e foram atuados por meio do Termo de Recusa, onde o agente de trânsito identifica, ao menos sinais de embriaguez do condutor, e lavra o auto de infração, que é assinado por testemunhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui