Mais de mil professores são esperados para o III Enproll

Foto: Divulgação

Nos dias 25, 26, 27 e 28 de setembro acontecerá o III Encontro Amazonense de Professores de Línguas e Literaturas (Enproll), onde o principal objetivo é Priorizar a formação continuada dos profissionais que atuam na Educação Básica e no Ensino Superior, discutindo sobre a temática “Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC)” e o ensino de línguas e de literaturas com a colaboração de experientes e renomados pesquisadores que representam instituições dos estados que formam a Amazônia brasileira, bem como de outras regiões do País.

O público alvo são os professores da educação básica da área de Línguas e Literaturas (Inglês, Português, Espanhol, Libras, Línguas Ameríndias, Japonês, Francês, Cultura Africana e Cultura Afro-Brasileira).

O evento é realizado pela Faculdade de Letras (FLet) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e tem como parceiros as secretarias Estadual e Municipal de Educação (SEDUC e Semed), bem como a Associação de Professores de Espanhol do Amazonas (APE-AM).

O Enproll é a oportunidade do professor apresentar os trabalhos desenvolvido em sua escola. Ter a vivência com professores do Ensino Superior e o contato com alunos universitários que serão os futuros professores da educação básica. Além disso, um dos objetivos do Enproll é resgatar o professor da educação básica para o universo universitário, mostrando as oportunidades de formação continuada que são oferecidas no âmbito da Universidade.

Foto: Divulgação

INSCRIÇÕES

As inscrições para os professores apresentarem seus trabalhos vão até dia 15 de agosto. Para ouvintes as inscrições vão até dia 30 de agosto. As inscrições para os minicursos vão do dia 15 de agosto até o dia 15 de setembro, por meio do site: https://doity.com.br/enproll

SOBRE O ENPROLL

O Encontro Amazonense de Professores de Línguas e Literaturas (Enproll) surgiu há 3 (três) anos, como proposta regional de capacitação docente. No entanto, desde o primeiro ano, a adesão foi tamanha, tendo a participação de profissionais e de pesquisadores de todo Brasil, que passou à abrangência nacional.

No ano de 2015, com o tema “(Des)envolvendo práticas para o Ensino Básico”, o público participante ultrapassou a cifra de 700 pessoas. Em 2016, em sua segunda edição, a temática abordada foi “Políticas e ações para o ensino de Línguas e de Literaturas” e o público ultrapassou a cifra de 1000 (mil) participantes – do Amazonas e de outros estados brasileiros.

Esta terceira edição, abordando a temática “Tecnologias da Informação e da Comunicação e o ensino de línguas e de literaturas”, espera a contribuição de profissionais de instituições brasileiras e também de outros países, ampliando o número de participantes, o que lhe outorga abrangência internacional, e o consolida como espaço para a busca de qualidade da Educação Básica e do Ensino Superior, abrindo campo para discussão de novas práticas e de possibilidades para o ensino e para a pesquisa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui