Marchinha falsa cria polêmica na banda do Armando

Foto: Divulgação

Ana Claudia Soeiro, uma das coordenadoras da “Banda Bica” esclareceu a polêmica que circula nas redes sociais a cerca do tema da banda em 2020.

Ana Claudia é filha do português Armando Soeiro, dono do tradicional Bar no Centro de Manaus e fundador da Banda da Bica, a mais tradicional banda de Carnaval de Rua de Manaus.

Segundo Ana Claudia, a marchinha que está circulando é “Marchinha Fake”, ou seja, é falsa.

O tema da verdadeira marchinha é “Pirralha faz Pirraça e a Bica entra na Graça”, que faz alusão a embientalista mirim Greta Thunberg.

“O tema foi amplamente discutido e escolhido com a participação de biqueiros antigos como Simão Pessoa e Manelzinho Batera”, explica Ana Claudia.

Ana Claudia acredita que a Marchinha Fake provavelmente foi criada por um portal de Manaus para atingir o Prefeito Arthur Neto e sua família.

Ana esclarece que não é verdade a afirmação de que a Banda Bica nunca tratou de temas ambientais. Em 2001, ela disse que o tema tratou da polêmica declaração do ex-governador Gilbeto Mestrinho que disse ser favorável ao abate dos jacarés; “A Bica não trata só de temas políticos não, trata de temas sociais, ambientais e outros também”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui