Mesário voluntário é peça fundamental no processo democrático brasileiro

Foto: Divulgação

O Dia Internacional do Voluntariado, celebrado no último domingo (5), conforme determinação da Organização das Nações Unidas (ONU), tem o objetivo de desenvolver o espírito de solidariedade em escala global. E o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se integra a diversas atividades que promovem o voluntariado, sendo a principal delas o programa Mesária e Mesário Voluntário, que tem importância no processo democrático.

De dois em dois anos, centenas de milhares de eleitoras e eleitores brasileiros se prontificam voluntariamente a auxiliar os trabalhos da Justiça Eleitoral, conscientes da importância do seu papel para garantir à população o pleno e seguro exercício do voto. A gestora comercial Maria Irene Siqueira, que já foi mesária voluntária por duas eleições em Fortaleza (CE), destaca a importância de ajudar o processo democrático do país.

“Fui voluntária por duas vezes. Me sinto bem fazendo o que muitos que se dizem cidadãos ignoram. Para os que queiram ser voluntários: sejam, mas sejam de coração, porque dessa forma podemos ajudar gostando do que se faz”, ressalta.

Segundo informações dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), nas Eleições Municipais de 2020, atuaram 1.453.578 mesários, sendo 958.992 (66%) de forma voluntária. Esses colaboradores da Justiça Eleitoral se concentravam na faixa etária de 20 a 45 anos, sendo a maioria (66,4%) mulheres. O número total de pessoas que trabalharam como mesários no ano passado ultrapassou 1,5 milhão.

Para a Justiça Eleitoral, essa colaboração é absolutamente essencial para a realização das eleições, contribuindo de forma decisiva para a legitimidade do processo e ajudando a concretizar a missão cidadã de cada pessoa. A sociedade reconhece a importância do trabalho voluntário em diversos setores. Na Justiça Eleitoral (JE), certamente a atuação dos mesários representa essa ação espontânea.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui