Mestres da educação se preparam para a avaliação da Prova Brasil 2017

O evento reuniu professores, gestores, pedagogos e técnicos em educação dos anos finais do Ensino Fundamental I e II (5º e 9º anos), e Ensino Médio (3ª série). - Foto: divulgação Seduc

Nesta quinta-feira, (14), o auditório do Canaã, localizado no bairro Japiim, Zona sul de Manaus, recebeu a II Solenidade de Abertura da Formação Continuada Avaliação em Processo (Saeb 2017) destinada ao aprimoramento dos professores para o desenvolvimento de metodologias didático-pedagógicas e avaliação da Prova Brasil 2017.

A abertura teve a presença do Governador do Estado, David Almeida e todo staff da Educação, comandada pelo secretário de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), professor doutor Arone do Nascimento Bentes. O evento reuniu professores, gestores, pedagogos e técnicos em educação dos anos finais do Ensino Fundamental I e II (5º e 9º anos), e Ensino Médio (3ª série).

De acordo com o titular da Seduc, Arone Bentes, a Formação Continuada, chegará aos 61 municípios do Estado e capital, visando a preparação para a Avaliação da Educação Básica (Saeb 2017).

Aproximadamente três mil agentes de educação, entre professores, gestores, pedagogos e técnicos em educação participam da formação tendo acesso à exposição teórica e oficinas pedagógicas elaboradas para se aprofundar na metodologia utilizada para a avaliação, conforme a série pré-estabelecida.

O evento reuniu professores, gestores, pedagogos e técnicos em educação dos anos finais do Ensino Fundamental I e II (5º e 9º anos), e Ensino Médio (3ª série). – Foto: divulgação Seduc

De acordo com a presidente da Comissão do Saeb, Maria Lenize, a avaliação é de extrema importância para os professores terem uma metodologia mais avançada, para que saibam da importância para o Estado do Amazonas.

A programação da Formação Continuada começou nesta quinta-feira, 14, e segue até o dia 30 de setembro. Os palestrantes da abertura fora a professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e coordenadora de Avaliação e Educação de Matemática Sbem (Sociedade Brasileira de Educação de Matemática), Drª Maria Isabel Ortigão, além do escritor e conferencista, professor Tenório Telles.

Segundo Arone Bentes, todos os alunos da rede pública de ensino farão a prova como medida para avaliar em que nível está à educação básica em todo o País. “Esses índices são usados como base para investimentos e fundos que são criados e subsidiam toda a educação no Brasil”, destacou.

Para entender mais sobre o formador de avaliação em processo ensino fundamental I e II, e Ensino Médio, o professor de língua portuguesa, Lucas de Oliveira, fala da importância de sua função dentro do processo educacional.

O sistema de avaliação da educação básica é um complexo avaliativo que mede o conhecimento adquiro por alunos do Ensino Fundamental (5º e 9º anos) e Ensino Médio (3ª série).

“A gente consegue entender o processo da avaliação externa dentro do sistema educacional e aplicar novas metodologias para melhorar a pratica do professor na sala de aula, dentro desse viés de informação, participar como formador possibilita você adquirir novos conhecimentos na sua área, como a minha de língua portuguesa e ainda mais a possiblidade de você passar um pouco de conhecimento que você tem”.

Avaliação – A participação das escolas públicas no Saeb é obrigatória, a SEDUC prepara os professores para as avaliações que acontecem no período de 23 de outubro a 3 de novembro, com testes de língua portuguesa e matemática, com questionários para os estudantes, professores e gestores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui