Motorista ‘metem’ o pau no Arthur Neto pelas falhas do sistema ‘Faixa Azul’

Engarrafamento no Sistema BRS, em Manaus/Foto: Divulgação

Engarrafamento no Sistema BRS, em Manaus/Foto: Divulgação
Engarrafamento no Sistema BRS, em Manaus/Foto: Divulgação

Motoristas, e a população em geral, desaprovaram o primeiro dia de fiscalização, com aplicação de multas, de veículos na faixa exclusiva de transporte coletivo do sistema BRS (Bus Rapid System), da avenida Constantino Nery, na Zona Centro-Sul da capital.
Motorista reclamaram bastante da iniciativa e criticaram, principalmente, o prefeito Arthur Neto que, segundo eles, vem cometendo muitas falhas que só prejudicam a população como um todo.

A principal queixa, é que os motorista de carros particulares, agora terão que “se espremer” ao serem obrigados a circular somente por uma das três faixas da Avenida Constantino (a faixa do meio). Isto porque, por iniciativa “mirabolante”  do prefeito Arthur Neto e do Manaustrans, os ônibus terão duas faixas (uma a direita e outra a esquerda) pela Constantino Nery.

Segundo os motoristas, isso vai gerar  engarrafamentos quilométricos nos dois sentidos da Constantino, e é claro, reclamações por parte dos motoristas.

“Esse prefeito só tem idéia mirabolante que prejudica a população. Agora somos nós motoristas que estamos sofrendo as conseqüências dos erros cometidos por ele”, disse o motorista Luiz Antonio Soares, de 55 anos.

Pelo sistema BRS (faixa azul) só  trafegar no corredor do BRS ambulâncias, táxis com passageiros, viaturas da polícia e ônibus do sistema de fretamento escolar com passageiros. De acordo com o inciso 2° do artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), circular na faixa ou pista da esquerda regulamentada como de circulação exclusiva para determinado tipo de veículo é infração grave, com multa no valor de R$ 127,69 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O BRS (Bus Rapid System) da Constantino Nery foi implantado em fevereiro de 2014, com sinalizações horizontal (demarcada por uma faixa azul) e vertical que indicam a circulação restrita para coletivos. Os condutores foram orientados a não circular na área antes da efetiva fiscalização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui