Mudança para placa Mercosul não é obrigatória para todos os veículos

Foto: Arquivo/Detran-AM

O Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Amazonas (Detran-AM) esclarece que o prazo de 31 de janeiro para implantação da Placa Mercosul, estabelecido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), não obriga todos proprietários de veículos a trocarem para o novo modelo de imediato, com exceção de casos específicos. O prazo refere-se aos Detrans que ainda não aderiram ao novo modelo de placa. O Detran Amazonas adota o novo modelo desde dezembro de 2018.

Foto: Arquivo/Detran-AM

A troca da placa é obrigatória para os veículos novos no primeiro emplacamento, transferência de propriedade, mudança para outro município ou estado e alteração de categoria. Também é obrigatória a placa em caso de roubo, furto, dano ou extravio.

O diretor-técnico do Detran-AM, Amurinê Tomaz, tranquiliza a população com relação à troca para o novo modelo.

Desde dezembro de 2018, o Detran-AM adota o modelo de placa padrão Mercosul. No Amazonas, desde a implantação até hoje, 138.576 veículos já adotaram ao novo modelo. A nova placa tem fundo branco, quatro letras e três números, dispostos de maneira aleatória.

A cor da combinação alfanumérica indica a categoria do veículo. A cor preta é para carros particulares. A vermelha é para táxis, veículos comerciais e de aprendizagem (autoescola). Azul é para carros oficiais e a verde para os de teste. O tom dourado identifica carros diplomáticos e o prateado, modelos de coleção. A nova placa tem o mesmo tamanho da cinza.

Foto: Arquivo/Detran-AM

Todos os veículos devem ser identificados externamente com as placas na dianteira e na traseira. Com exceção para os veículos de duas e três rodas que são identificados apenas pela placa traseira.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui