Municípios deverão aumentar restrições de atividades não essenciais

Foto: Reprodução

Barcelos, Fonte Boa, Manacapuru e Parintins deverão adotar medidas necessárias ao cumprimento do decreto estadual 43.303, que aumentou as restrições determinando a suspensão de várias atividades consideradas não essenciais. A recomendação é do Ministério Público do Amazonas (MPAM).

Os prefeitos dessas cidades deverão integrar a frente de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus com o aumento do rigor dessas medidas. Entre os ajustes a serem adotados está o uso das forças de segurança para fiscalizar e fazer cumprir o decreto.

A transparência deve ser outra característica dessa nova frente contra a disseminação do novo coronavírus. Tanto que as prefeituras deverão disponibilizar, em sites específicos, as informações relativas ao Plano Nacional de Imunização publicando, inclusive, a lista nominal das pessoas vacinadas contra a covid-19.

As repartições públicas deverão manter o regime de trabalho remoto, disponibilizando meios que não prejudiquem o atendimento à população. Os municípios deverão dar ampla divulgação nas mídias sociais sobre a adoção das medidas restritivas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui