Ney Latorraca diz que preferiria vender empadinhas a fazer papel ruim

Ney Latorraca relembrou boa parte de sua carreira.

Ney Latorraca relembrou boa parte de sua carreira e de seus quase 70 anos.
Ney Latorraca relembrou boa parte de sua carreira.

Ney Latorraca relembrou boa parte de sua carreira e de seus quase 70 anos de vida no programa “Grandes Atores”, do canal VIVA. Durante o bate-papo, o ator contou que até hoje baseia suas escolhas profissionais em um ensinamento de sua mãe.
“Antes de morrer revelou que preferia que eu vendesse empadinha – que é uma coisa nobre – a fazer um papel ou trabalhasse com um diretor que não gosto”, disse ele.

O ator também contou que sempre quis ser artista para dar orgulho aos pais, Nena e Alfredo.

“Nunca tive nada em casa. Lembro-me da minha mãe falando que eu era filho de um casal pobre, e o que viesse para mim era lucro. Ela me deu esse poder, essa coragem. Me ensinou a não ter medo de nada. Eu dizia que ia brilhar para eles”.

Ainda falando sobre família, Ney define seus colegas de trabalho como atuais “parentes”.

“É engraçado, né, não tenho mais a biológica, exceto minha prima e as crianças. Minha família, para valer, é a minha classe, a artística. Eles que me cercam, são meus irmãos. Isso existe, e eu brigo por eles”.

O programa “Grandes Atores” com a entrevista completa vai ao ar na próxima quarta-feira (13), às 23h no VIVA.
(UOL)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui