Novembro Azul termina com ‘aulão’ de ritmos no Faixa Liberada da Ponta Negra

Foto: João Viana / Semcom

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) e da Subsecretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), realizou, na manhã deste domingo, 28/11, o encerramento da campanha “Novembro Azul”, com um grande “aulão” de ritmos no projeto Faixa Liberada, do complexo turístico Ponta Negra, na zona Oeste.

A ação teve o intuito de conscientizar o público sobre a importância da saúde preventiva, em especial a masculina, e os exames relacionados ao câncer de próstata.

De acordo com a titular da Semasc, Jane Mara Moraes, a iniciativa de levar o evento para a orla de um dos principais cartões-postais de Manaus, a Ponta Negra, salienta a importância da população buscar uma melhor qualidade de vida.

Foto: João Viana / Semcom

Jane Mara também destacou que em dezembro, a Prefeitura de Manaus irá lançar novas campanhas de conscientização. Uma delas será relacionada ao HIV.

“Toda vez que trazemos essa discussão para a sociedade, estamos realizando o trabalho pedagógico de conscientizar sobre o cuidado com a saúde e a valorização da pessoa, do ser humano”, salientou.

Foto: João Viana / Semcom

Para o subsecretário da Semjel, Platiny Soares, a transversalidade existente no projeto Faixa Liberada possibilita o contato com diversos públicos, colaborando para a conscientização da população manauense.

Coordenador do projeto Faixa Liberada, João Paulo Janjão aproveitou para convidar a população a frequentar as diversas edições da atividade espalhadas pelas zonas de Manaus.

“O projeto Faixa Liberada acontece em vários pontos da cidade. É a prefeitura levando a possibilidade de uma atividade física, uma dança, uma arte marcial, para a população que não tem acesso. Inauguramos às terças-feiras, o Faixa do Viver Melhor, quarta-feira e domingo acontece aqui na Ponta Negra, e na quinta-feira temos o da avenida do Samba, no Dom Pedro I. Isso é só o início. A nossa expectativa é a de ampliar o projeto para mais lugares no ano que vem”, finalizou João Paulo.

Foto: João Viana / Semcom

Frequentadora assídua do evento, a comerciante Gracilene Oliveira, 47 anos, afirmou que o projeto Faixa Liberada é um bom incentivo para as pessoas que gostam de realizar atividades físicas.

“O Faixa Liberada é muito importante porque é uma maneira de atrair as pessoas que estão em casa, no sofá deitadas, a levantarem e virem praticar uma atividade física. É um incentivo a mais, pois podemos aproveitar esse espaço em segurança. Vemos famílias, amigos, crianças, idosos, todos aqui, caminhando, correndo, pedalando. Isso é muito motivador”, concluiu.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui