Novos geoglifos são registrados durante sobrevoo no Acre

Foto: Diego Gurgel/Secom

O Acre é pioneiro e referência quando o assunto é geoglifos. Ao todo, o estado tem registrado mais de mil monumentos, conhecidos por serem estruturas geométricas escavadas na terra, em formato de quadrados, retângulos ou círculos.

O governo divulgou, na última quinta-feira (30), uma nova descoberta. Os novos desenhos foram fotografados durante um sobrevoo de rotina do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). Ao todo foram registrados três conjuntos de geoglifos próximos uns dos outros, circulares e quadrados.

Os monumentos foram encontrados entre a margem direita do Igarapé Miterrã e a margem esquerda do Rio Rapirrã, próximos à Bolívia, mais precisamente entre os municípios acreanos de Capixaba e Plácido de Castro.

O registro desses monumentos nessa região – fronteira com a Bolívia – é inédito, segundo o paleontólogo Alceu Ranzi, um dos primeiros a estudar os sítios arqueológicos encontrados no Acre e autor de diversos livros que abordam esses estudos.

“Nós ainda não tínhamos registro nesta fronteira. Temos muitos próximos de Plácido de Castro e ao longo da BR-317, sentido para Capixaba, mas, ao longo da fronteira com a Bolívia, que já é de difícil acesso, a gente não fez trabalho de campo nessa região. É uma descoberta extremamente importante, porque amplia a área. A gente focava muito na área de Boca do Acre, trabalhando naquela região do Sul do Amazonas e Norte do Acre, mais para o lado de Acrelândia, e veio essa maravilha que está aí. Nessa região, como está descrito, é a primeira vez que se faz esses registros”, disse.

g1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui