O que mantém Wilton Santos no ‘lugar do prefeito’ de Novo Airão?

Moradores se dizem indignados com o que está acontecendo no Município de Novo Airão – foto: montagem

Nada mais justifica a manutenção do prefeito cassado, em todas as instancias do judiciário brasileiro, Wilton Santos (PSDB), no ‘lugar do prefeito de Novo Airão’ e, ainda mais, assinando despachos, deliberando recursos, cometendo crimes de responsabilidade e viajando com diárias pagas pelo erário, para tentar se livrar da inevitável inelegibilidade.

O acórdão com a decisão de afastar, imediatamente, o prefeito do cargo foi publicado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 18 de junho, com comunicado ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), João Simões, no mesmo dia.

A “indecisão” está custando caro aos moradores da comarca de Novo Airão. Nos três grupos de whatsapp formado por populares do município, visitado pela nossa redação, os participantes deixam claro que eles estão encurralados, sacrificados e sentindo-se desrespeitados com essa demora inexplicável em tirar Wilton Santos da cadeira que não é mais dele desde a posse em 2016.

Moradores se dizem indignados com o que está acontecendo no Município de Novo Airão – foto: montagem

Despacho

Até um despacho ao Ministério Público Eleitoral, da 34ª Zona Eleitoral ao TRE-AM, pedindo a execução de acórdão publicado, respectivo ao nº 15-56.2017.6.04.00000-TSE, respondido pelo MP, obteve resultado até o momento.

A execução do acórdão, segundo oficialização do TSE e MP, teria que ser feita imediatamente ou por ofício, telegrama ou, em casos especiais, a critério do presidente do Tribunal, mediante cópia do acórdão. Mas, até esse domingo (01/06), não foi feita a execução do acórdão como manda a Suprema Corte. A decisão do colegiado não foi cumprida.

Movimentação

Como da outra vez, populares começaram a se movimentas para cobrar uma explicação ao presidente do TRE João Simões. Para isso, voltaram a se cotizarem para custear as despesas de 04 ônibus, combustível para os automóveis de populares e despesas de translado até a frente do prédio do Tribunal Eleitoral do Amazonas, para uma manifestação pacífica.

A data da manifestação será anunciada nessa segunda feira (02) à tarde, segundo uma fonte de grupo de whatsapp, da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui