Operação ‘Calha Norte’ prende cinco pessoas envolvidas com tráfico

Madson, Carlos e Aderlúcia, presos na operação/Foto: PC
Madson, Carlos e Aderlúcia, presos na operação/Foto: PC
Madson, Carlos e Aderlúcia, presos na operação/Foto: PC

Em parceria com a Seccional Norte, a Polícia Civil do Amazonas, através do 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP) deflagrou na manhã de ontem (14), a operação “Calha Norte”, para coibir o tráfico doméstico de drogas na Zona Norte de Manaus, quando foram presos três homens, uma mulher e um adolescente apreendido.

As investigações da equipe de policiais civis tiveram início após denúncias de populares. Os mesmos, de forma anônima, procuraram as autoridades para informar que um grupo de pessoas estava comercializando entorpecentes no bairro.

Ao apurar as denúncias, o Delegado Titular Rodrigo Bona e a equipe de investigadores, também representaram à justiça mandados de busca e apreensão, expedidos em 6 de junho deste ano, pelo juíz Francisco Pessoa Almada, da 4º Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute).

De posse da identificação das pessoas e dos locais na Zona Norte relacionados às denúncias, a equipe deflagrou a operação. O primeiro a ser preso foi Bruno Mamoud de Oliveira, 31, na residência dele às 6h20, situada na rua 52, bairro Amazonino Mendes. Os policiais apreenderam com ele uma pedra com aparência de cocaína.

Na rua Piranjuba, do bairro Novo Aleixo, foram presos Carlos André Pereira da Costa, 22, Aderlucia Augusto de Assis, 25, e um adolescente de 16 anos apreendido, que seria irmão de Aderlucia. Segundo o menor, Carlos dava quantia em dinheiro para ele comercializar os entorpecentes na área. No local, também foram apreendidos 95 trouxinhas de drogas com características de maconha e cocaína.

Por volta das 6h30, outra equipe do 27º DIP, prendeu Madson Oliveira dos Santos, 27, na rua 180, núcleo 15, bairro Cidade Nova. Com ele foi apreendido cerca de 250 gramas de entorpecentes semelhantes à maconha.

De acordo com o Delegado Rodrigo Bona, a operação recebeu essa denominação porque foi realizada em uma espécie de “calha”, da Zona Norte, ou seja, uma parte daquela região sob a circunscrição do 27º DIP. “As investigações e a operação vão continuar para prender outros elementos envolvidos com o tráfico doméstico que estão sendo combatidos pela Polícia Civil”, ressaltou.

Depois de realizados os procedimentos legais na Delegacia, Bruno assinou um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO) e foi liberado. Carlos e Aderlucia foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico (artigos 33 e 35 da Lei 11.343/06, respectivamente), além do crime de corrupção de menores (artigo 244B do Estatuto da Criança e do Adolescente). Eles foram encaminhados para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa. Madson foi autuado por tráfico de drogas e encaminhado à Vidal Pessoa. Os três ficarão à disposição da justiça. O adolescente foi encaminhado à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui