Os assaltos a ônibus na Pista da Raquete viram rotina

ônibus do Distrito Industrial viraram alvo dos ladrões - foto: divulgação

Todos os dias da semana os motoristas dos Transportes Especial continuam com a dúvida de quem não sabe se terminam uma rota sem serem assaltados, feridos ou mortos. Principalmente os que passam pela Pista da Raquete, no Grande Vitória, no Distrito Industrial.

Nesse sábado (17), 12 bandidos armados e super-agressivos bateram nos passageiros, agrediram o motorista até sangrar, levaram os seus pertences. Revoltado com a falta de solução, o diretor sindical Gabriel Enock, diz que os marginais assaltam e depois saem como se tudo fosse a coisa mais normal do mundo.

Quebra molas

Gabriel, diz que a população do bairro tem uma parcela de culpa nisso. “Eles continuam insistindo com os dois famosos quebra molas, feitos por eles, e não querem deixar o Detran retirá-los”.

O problema é que os assaltos vêm sendo denunciados a muito tempo. O local chegou a ser visto como ‘sindicato dos ladrões de ônibus’com todos os envolvidos bastante conhecidos da polícia.

O sindicalista disse ainda que perdeu as contas de quantas vezes denunciou a ação dos marginais naquela área. “Mas enquanto o Detran não retirar os quebras molas, os crimes continuaram acontecendo”, lamentou ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui