Oxigênio zera no interior e pode prejudicar indígenas

Foto: Reprodução

A pandemia do coronavírus está alcançando níveis cada vez mais altos no interior do Amazonas. Em algumas localidades está faltando até mesmo oxigênio para os pacientes intubados que estão com covid-19.

Este é o caso de São Gabriel da Cacheira (a 858 quilômetros de Manaus). O município já registrou 516 casos de covid-19 e 15 pessoas morreram em decorrência da doença, de acordo com dados da Fundação de Vigilância Sanitária do Amazonas (FVS-AM).

A doença se alastrou pela cidade e pode atingir comunidades indígenas próximas. Em algumas aldeias, todos os membros apresentam sintomas da doença.

Foto: Reprodução

Mais de dez indígenas já foram diagnosticados com o coronavírus. Alguns deles foram infectados justamente por profissionais de saúde que, por falta de testes, nem sabiam que tinham a doença.

Os indígenas são considerados altamente vulneráveis à covid-19. Isso se deve aos hábitos desses povos que facilitam o contágio, como o uso compartilhado de objetos, pouca ou nenhuma assistência médica. Além disso, a maior causa de morte entre os indígenas está relacionada a doenças respiratórias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui