Para TCU, processo eleitoral é sólido e confiável

Foto: Reprodução

O relator da auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) no sistema eletrônico de votação, ministro Bruno Dantas, fez um balanço parcial dos trabalhos, no qual afirma que o processo eleitoral “já se mostra sólido, confiável e adequado ao exercício da cidadania”.

Ele fez a declaração no final do balanço, após ressaltar a importância da atuação do ministro Benjamin Zymler como representante do TCU na Comissão de Transparência das Eleições (CTE) – criada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no final de 2021 –, na qual a Corte de Contas busca contribuir para o aprimoramento do processo eleitoral.

A auditoria realizada pelo TCU tem por finalidade avaliar a segurança, confiabilidade, transparência e a auditabilidade do sistema eletrônico de votação. O ministro autorizou a auditoria em seis etapas, para permitir um amplo alcance de objetivo e o acompanhamento das medidas adotadas pelo TSE para a realização das Eleições 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui