Perspectiva para a retomada do turismo em Recife

Foto: Reprodução/Visit Recife

Secretária de Turismo e Lazer do Recife tem expectativas positivas para o setor em 2021, à medida que avançam as campanhas de vacinação na cidade

O turismo foi um dos setores mais afetados negativamente pela pandemia da Covid-19. A diminuição no número de turistas viajando foi essencial para o controle da disseminação do novo coronavírus, mas também foi responsável por impactar diversos negócios que compõem o setor, e no Recife isso não foi diferente.

Segundo a secretária de Turismo e Lazer do Recife, Cacau de Paula, no entanto, visto que o turismo tem sido retomado gradualmente, à medida que as campanhas de vacinação avançam na cidade, a expectativa para 2021 é positiva.

 Turismo interno

Tem-se observado um movimento maior de procura pelo turismo interno em 2021. Visto que as pessoas não viajam caso não se sintam seguras em relação à pandemia, a preferência tem sido maior por viagens a locais mais próximos. Há, por exemplo, uma quantidade maior de ônibus para Recife e outros meios de transporte vindos de estados vizinhos, como Paraíba e Alagoas.

De acordo com a secretária, a pandemia trouxe novas possibilidades para o turismo, que tem sido trabalhado de forma diferente. Se antes o Recife era um destino mais voltado aos negócios e eventos, dada sua importância econômica e localização geográfica, hoje temos um volume maior de pessoas que vão à cidade a lazer. Percebendo essa nova tendência de consumo, as campanhas voltadas ao turismo de lazer têm sido intensificadas.

Cacau de Paula explica que a proposta da secretaria é fortalecer a cidade e os equipamentos que já existem para receber o turista para o lazer e para que ele saiba onde comer, aonde ir e quais passeios incluir em seu roteiro.

 Turismo internacional

Em relação ao turismo internacional, a secretária explica que hoje vivemos a expectativa da criação de uma nova política a partir das campanhas de vacinação que estão ocorrendo no Brasil e no mundo, mas que somente após este momento poderá se traçar novas expectativas, visto que muitas fronteiras seguem fechadas.

 Setor hoteleiro

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco (Abih-PE), o setor hoteleiro foi um dos maiores prejudicados pela pandemia da Covid-19 e tem vivido seus piores anos na história.

Diante das dificuldades enfrentadas pelo setor, a Secretaria de Turismo e Lazer do Recife implementou campanhas virtuais cujo objetivo é incentivar o turismo na capital. Um exemplo foi a campanha “Recife tá ON”, que divulgou as atividades e atrativos turísticos da cidade neste período de não folia, explica Cacau de Paula.

 O que visitar em Recife

Recife é uma capital de grande riqueza natural e cultural, que oferece praias, rios, museus, praças, parques e atividades ao ar livre diversificadas.

Instituto Ricardo Brennand, Paço do Frevo, Cais do Sertão são alguns dos museus e centros culturais oferecidos pela cidade. Já na Ilha de Deus, o visitante pode participar desde a pesca ao marisco até a produção da mariscada que será consumida no bistrô da chef Negralinda.

Cacau de Paula afirma que Recife soube trabalhar segundo os protocolos de segurança e que tem sido um exemplo de turismo seguro no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui