Pesquisa apresenta experiências de agroecologia na alimentação escolar

Foto: Manauela Cavadas

Foram analisados 13 arranjos de fornecimento de produtos da agricultura familiar agroecológica para o Programa Nacional de Alimentação Escolar, nas cinco regiões do país.

O fornecimento de produtos da agricultura familiar agroecológica para a alimentação escolar é o tema do primeiro boletim do projeto ‘Comida de Verdade nas Escolas do Campo e da Cidade’, apresentado pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) e pelo Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN).

A publicação sintetiza a caracterização de 13 iniciativas acompanhadas pelo projeto, entre 2019 e 2021, por meio de uma pesquisa-ação sobre a inserção dos produtos da agricultura familiar e agroecológicos no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Desde 2009, pelo menos 30% dos recursos destinados ao PNAE devem ser obrigatoriamente utilizados para compra de produtos da agricultura familiar, por estados e municípios.

Entre os resultados da inclusão de produtos da agricultura familiar na alimentação escolar identificados até o momento estão a ampliação e a diversificação dos cardápios, envolvendo nutricionistas, merendeiras e toda a comunidade escolar.

Além de informar sobre a execução das políticas públicas, as experiências têm evidenciado que o processo de alimentação vai do plantio até o prato, combinando dimensões culturais, ambientais, sociais, econômicas e nutricionais.

Previsto para fevereiro, o próximo boletim do projeto deverá aprofundar a análise dos resultados alcançados pelas iniciativas, apresentando também os desafios e restrições que famílias agricultoras enfrentam para fornecer alimentos regionais à alimentação escolar.

Clique para acessar o Boletim 1.

O que é a pesquisa-ação?

O projeto Comida de Verdade nas Escolas do Campo e da Cidade é uma iniciativa de pesquisa-ação sobre a inserção dos produtos da agricultura familiar e agroecológicos na alimentação escolar brasileira, um dos critérios de aquisição previstos no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

A pesquisa, coordenada pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) e pelo Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN), foi realizada entre 2019 e 2021 em parceria com diversas organizações e atores locais em nove municípios de todas as regiões do país.

A iniciativa tem como objetivo entender os desafios, os avanços e as inovações na implementação do PNAE, tanto na perspectiva das organizações da agricultura familiar quanto dos gestores públicos.

A sistematização dos estudos de caso visa divulgar os resultados da pesquisa de forma a influenciar o desenvolvimento de outras experiências e incentivar posturas proativas da sociedade civil e da gestão pública em defesa da execução e do aprimoramento do PNAE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui